Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
6

APRENDER SAÚDE A BRINCAR

Brincar aos médicos faz parte do imaginário de qualquer criança que consegue com este ‘jogo’ projectar os seus medos e dúvidas. É neste sentido que surge o “Vamos Brincar aos Médicos no Hospital das Brincadeiras”, um CD-Rom interactivo que visa, através de jogos e música, ajudar as crianças a gerir as suas emoções em relação aos hospitais e serviços de saúde.
3 de Junho de 2003 às 17:48
O projecto, que aposta na prevenção e educação sobre a saúde e higiene alimentar, foi testado por crianças entre os quatro e os nove anos “que ajudaram a melhorar” a ideia, segundo Sandra Joaquim, responsável da empresa que programou o CD-Rom, a “Cativar a Cores”. Trata-se de um produto multimédia que foi validado do ponto de vista científico. Segundo Maria Amália Silveira, professora da Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Nova de Lisboa, esta é uma iniciativa que “vem ocupar um espaço que estava por preencher” no ensino da Saúde no pré-escolar, no ensino básico e no seio da família.
A ideia partiu de uma equipa que reúne profissionais com conhecimentos técnicos de ensino e de saúde, jornalistas, actores, cantores, músicos e finalistas da escola de Comunicação e Imagem de Lisboa. A parte técnica e de programação do CD-Rom foi finalizada pela “Cativar a Cores”.
COMO FUNCIONA
O “Hospital das Brincadeiras” - que segue a ideia do “Hospital da Bonecada”, uma iniciativa anual da European Medical Students Association e da Associação de Estudantes da Faculdade de Ciências Médicas de Lisboa (AEFCML) - integra 19 jogos, 13 músicas – com possibilidade de karaoke -, um glossário e uma visita guiada ao Hospital.
A história do CD-Rom é protagonizada por três amigos que têm quatro bonecos para levar ao médico, cada um com um problema de saúde diferente. Há ainda mais três personagens, uma enfermeira e um médico, que respondem às dúvidas das crianças, e um monstro que pode surgir a qualquer momento e que constitui um objectivo a ser ultrapassado. Cada jogo tem um nível diferente e é adaptado à idade da criança que vai jogar.
LÍNGUAGEM GESTUAL
A actual edição do “Vamos Brincar aos Médicos no Hospital das Brincadeiras” vai avançar para uma segunda fase do projecto, que está ainda em elaboração, e que vai contemplar a líguagem gestual. A inicativa, ainda sem uma data oficial de lançamento, resulta de uma parceria entre a Cativar a Cores, a AEFCML e a Associação Portuguesa de Surdos.
O CD-Rom, que custa 23,95 euros, está disponível para venda nas Feiras do Livro de Lisboa e Porto, no Pavilhão do Conhecimento – Ciência Viva no Parque das Nações, em Lisboa, e na Associação de Estudantes da Faculdade de Ciências Médicas de Lisboa.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)