Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
3

Azeredo no Parlamento

O presidente da Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) foi ontem ouvido na Comissão de Ética e Cultura por, segundo o PCP que pediu esta audição, discriminar um jornalista do ‘Expresso’, cujo nome não foi divulgado.
29 de Janeiro de 2009 às 00:30
Azeredo Lopes foi ouvido pela Comissão de Ética do Parlamento
Azeredo Lopes foi ouvido pela Comissão de Ética do Parlamento FOTO: Mário Cruz/Lusa

'Quando a confiança do entrevistado foi lesada, este tem o direito de negar uma entrevista', diz ao CM Azeredo Lopes. 'Esta decisão não foi tomada de ânimo leve. Ele acusa-me de comportamentos ilícitos, deturpa e mente sobre as minhas declarações. Fui ver as notícias do ‘Expresso’ e mais de 90% são um ataque, muitas vezes pessoal', explica. Aquele responsável frisa que 'todos os jornalistas têm acesso à ERC, inclusive ele, só não fala é comigo'.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)