Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
1

Balsemão paga mais do que RTP

A Impresa, que controla a SIC, tem a média salarial mais elevada entre as empresas de comunicação social que detêm canais de televisão em Portugal. Em 2010, o grupo de Francisco Pinto Balsemão gastou 48,2 milhões no pagamento de salários. Com 1313 funcionários, isto significa uma média de 36 726 euros anuais (2623 euros por mês). Já o total de custos com pessoal (que inclui encargos sobre as remunerações, outros custos e indemnizações) da dona da SIC foi de 61,9 milhões. Contas feitas, a média é de 47 166 euros por ano por funcionário (3369 euros por mês).

11 de Novembro de 2011 às 01:00
A Impresa, de F. Pinto Balsemão, tem média salarial mais elevada
A Impresa, de F. Pinto Balsemão, tem média salarial mais elevada FOTO: Pedro Catarino

O desafio para estas contas foi lançado por Guilherme Costa, presidente da RTP, que na quarta-feira esteve presente na Comissão de Ética. No Parlamento, Costa disse, sem identificar os concorrentes, que no sector audiovisual nacional há quem pague mais do que a RTP. Na empresa pública, a média de salários em 2010 foi de 2318 euros mensais (32 464 euros/ /ano), sendo que o total de encargos por funcionário foi de 3047 euros por mês (42 667 euros/ano). No total, e em 2010, a empresa pública de comunicação gastou 78,3 milhões nos salários de 2412 trabalhadores, sendo que o total de encargos ascendeu a 102,9 milhões de euros.

A Media Capital, dona da TVI, foi quem apresentou médias salariais mais baixas em 2010. No total, o grupo gastou 51,7 milhões nos salários de 1677 funcionários, o que dá uma média de 2203 euros mensais (30 849 euros anuais). O total de encargos ascendeu a 67,2 milhões. Contas feitas, significa 2861 euros mensais por trabalhador (40 065 euros anuais).

IMPRESA BALSEMÃO SIC TVI RTP SALÁRIOS
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)