Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
2

BBC pode unir-se ao YouTube

A BBC admite vender publicidade no seu ‘site’ para cobrir necessidades de tesouraria. A entrada no mundo do YouTube poderá ser uma forma da empresa pública britânica arranjar um novo modelo de financiamento.
24 de Janeiro de 2007 às 00:00
O aumento em 3% da taxa de audiovisual – é quanto pagam os bitânicos para ter TV em casa – é insuficiente para a BBC fazer face às despesas. Por isso, a estação pública, poderá recorrer, pela primeira vez, à publicidade na internet, admitindo--se que o YouTube seja uma das vias.
O anúncio da entrada da BBC no gigante de partilha de vídeos poderá ser feito hoje, em Davos, por ocasião do Fórum Económico Mundial, noticia o ‘Guardian’.
O jornal adianta que os bitânicos e o Google, proprietário do YouTube, já terão assinado um acordo no sentido de alguns conteúdos de entretenimento passarem a estar acessíveis na ‘net’. O eventual negócio permitiria ao grupo público britânico – estuda a abertura de um escritório em Nova Iorque para angariar publicidade – aumentar as receitas.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)