Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
8

Brasil investiga racismo da FIFA

Globo garante ao CM que a escolha dos atores é sempre feita pela FIFA.
5 de Dezembro de 2013 às 16:25
Lázaro Ramos e Camila Pitanga terão sido trocados por Fernanda Lima e Rodrigo Hilbert
Lázaro Ramos e Camila Pitanga terão sido trocados por Fernanda Lima e Rodrigo Hilbert

A FIFA foi acusada de racismo por alegadamente ter rejeitado os nomes de Camila Pitanga e Lázaro Ramos para apresentar o sorteio de grupos do Mundial 2014 e o processo está agora nas mãos da justiça brasileira. Contactada, a Globo descarta qualquer envolvimento na escolha dos atores e diz que esta é sempre da FIFA.

"A escolha dos atores para o sorteio não foi da Globo", diz ao CM fonte oficial da empresa de media brasileira.

O caso está com o Ministério Público do Estado de São Paulo, que instaurou uma investigação criminal para apurar se houve motivação racista na substituição dos atores de raça negra pela dupla Fernanda Lima e Rodrigo Hilbert.

Segundo a revista ‘Veja’, o promotor de Justiça Criminal de São Paulo, Christiano Jorge Santos, abriu um procedimento que "visa apurar se existe eventual crime de racismo tendo em vista que os atores representam de maneira mais adequada a composição étnica e racial do povo do Brasil, ao passo que os escolhidos, Fernanda Lima e Rodrigo Hilbert, de raça branca, sob tal aspeto, não".

Entretanto, a atriz Camila Pitanga desvalorizou a polémica e disse mesmo não ter "recebido nenhum convite oficial". Já Fernanda Lima sublinhou que tem vindo a trabalhar com a FIFA há alguns anos e que foi "chamada para este trabalho há mais de seis meses".

O sorteio de grupos do Mundial será realizado amanhã, com transmissão para 193 países, e deve ser visto por 500 milhões de telespectadores.

FIFA racismo atores Camila Pitanga Lázaro Ramos mundial Fernanda Lima Rodrigo Hilbert
Ver comentários