Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
3

Bruno Nogueira ao volante

Bruno Nogueira foi o nome escolhido para apresentar ‘O Pior Condutor de Sempre’ e já esteve reunido, ontem, com os responsáveis da SIC e da produtora do concurso, a D & D Audiovisuais. A estação de Carnaxide ainda não estabeleceu uma data para o arranque das emissões de ‘O Pior Condutor de Sempre’, mas prevê iniciar as gravações nos últimos dias de Março.
28 de Fevereiro de 2006 às 00:00
O concurso, semanal, será emitido em horário nobre, possivelmente às segunda-feiras.
O humorista não se limitará a conduzir o concurso. Embora a sua principal tarefa seja, como ele próprio explica, “estabelecer a ligação entre concorrentes e público”, o apresentador também será testado ao volante. “A ideia é sujeitar-me às provas para que o público possa aquilatar da sua facilidade/dificuldade.”
“Não acho que conduza mal, mas também não me considero nenhum perito”, diz Bruno Nogueira, que, para lá de demonstrar os exercícios, terá de acompanhar os candidatos no interior do veículo durante as provas. Com carta de condução há cinco anos, o apresentador nunca se envolveu em acidentes graves. E passou à primeira, quer no teste teórico, quer no exame de condução.
Bruno Nogueira aguardava a oportunidade de apresentar um programa desde que assinou contrato de exclusividade com a SIC. ‘O Pior Condutor de Sempre’ marcará a sua estreia no horário nobre da SIC.
Pedro Costa, subdirector de Produção de Entretenimento da SIC, explicou ao CM a escolha de Bruno Nogueira: “É uma estrela SIC e sempre foi nossa intenção tê-lo no ‘prime-time’. O Bruno tem muita piada e, acima de tudo, o seu senso de humor é fora do normal, o que se adequa na perfeição a este formato.”
O apresentador acredita no sucesso de ‘O Pior Condutor de Sempre’. “É um programa divertido, que se valoriza pelas pessoas que participam, pela interacção com os familiares e pelas dificuldades a que se sujeitarão. E explora uma situação tipicamente portuguesa, que é toda a gente pensar que é boa condutora.”
Contrariamente ao que se possa pensar, o novo concurso da estação dirigida por Francisco Penim não pretende gozar com a má condução dos portugueses. “Tive esse receio quando vi as promoções, mas sei agora que o objectivo é melhorar a condução dos concorrentes”, diz Bruno Nogueira.
‘O Pior Condutor de Sempre’ terá a participação de 13 automobilistas, que chegarão ao programa, indicados por amigos ou familiares, sem saber ao que vão. À medida que o concurso for avançando, o melhor concorrente em prova será eliminado. O objectivo é simples: manter os piores condutores a concorrer, para se garantir a continuidade dos momentos cómicos e ajudar os concorrentes que mais precisam.
Embora o concurso esteja ainda na fase de pré-produção e existam alguns detalhes por finalizar, como a data de arranque das emissões, é quase certo que as provas se realizarão todas no interior de veículos. Pretende-se explorar a aselhice dos candidatos e, por isso, não haverá lugar a testes teóricos. Só provas de perícia e destreza.
Bruno Nogueira não se recorda de grandes dificuldades durante a instrução. “Quando fui fazer o exame teórico, estava um bocado nervoso. Não pela dificuldade, mas pelas habituais rasteiras de português que costumam surgir”. Também não passou muito tempo a identificar-se com o Código: “Não tenho muita paciência para estar sentado a estudar. Por isso, fui fazendo testes a pouco e pouco”. Relativamente à condução, tudo correu com “a maior das naturalidades”.
'DICAS'
OS ELEMENTOS DO JÚRI
A evolução dos condutores será analisada por um vasto painel de especialistas. Prevê--se que tenha seis elementos mas até ao início das gravações o número poderá ser reduzido. Embora os nomes ainda não estejam escolhidos, sabe-se que a SIC pretende recrutar um piloto, um jornalista da área automóvel, um agente da Brigada de Trânsito especialista em acidentes, um técnico de seguros automóveis, um instrutor de condução e uma psicóloga.
ELIMINA-SE O MELHOR
A mecânica pela qual se gere este formato conduzirá a uma situação pouco habitual em concursos: quanto mais tempo permanecer em prova pior será o prémio que os concorrentes receberão. Esta é a única forma de garantir que os concorrentes não conduzem de forma a subverter as regras do jogo.
O APRESENTADOR
Na versão original, transmitida no Reino Unido, a condução do concurso está a cargo de Quentin Willson, de cerca de 40 anos. No entanto, Pedro Costa não encara a idade de Bruno Nogueira como um entrave. O subdirector de Produção de Entretenimento da SIC acredita que o apresentador “já provou ter sucesso junto do público de todas as idades”.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)