Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
4

CABOVISÃO VÊ CRÉDITO ALARGADO

A Cable Satisfaction International (CSII), que controla a Cabovisão (a operar em Portugal), conseguiu um alargamento, até ao dia 31 de Outubro do corrente, do prazo para o pagamento da linha de crédito contraída pela sua subsidiária, anunciou ontem a empresa em comunicado.
12 de Julho de 2003 às 00:00
Esta é a oitava vez que a CSII recorre a uma extensão de linha de crédito. Recorde-se que, no passado dia 30 de Junho, a maior accionista do segundo maior operador de televisão por cabo em Portugal, obteve protecção do Tribunal Superior do Quebeque, para facilitar o processo de recapitalização que a empresa tem em curso. A 13 de Junho, a Csii anunciou ter recebido da gestora de fundos canadiana Capital Communications uma proposta de recapitalização e reestruturação da empresa, visando a injecção de 45 milhões de euros.
A Csii apresentou um prejuízo de 13,1 milhões de euros no primeiro trimestre de 2003, mais 12,9 por cento do que no período homólogo. Mas, enquanto a CSII estiver sobre protecção do tribunal, a Cabovisão continua a funcionar normalmente, uma vez que a empresa esclarece que a companhia de cabo nacional não se encontra abrangida pelos trâmites legislativos da protecção de falência requerida.
Várias fontes referem que entre os interessados na compra da Cabovisão destaca-se um grupo português.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)