Cansada de ser boazinha

Catarina’, a personagem de Diana Costa e Silva em ‘Podia Acabar o Mundo’ (SIC), vai gerar polémica nos próximos episódios da novela de Manuel Arouca. Depois de resistir à chantagem do patrão, ‘Eduardo’ (Virgílio Castelo), que lhe queria tirar a virgindade em troca de dinheiro, a advogada vai apaixonar-se por um colega negro, ‘Rui’ (Ricardo Abril), e ser alvo de discriminação racial por parte dos amigos e família. Uma situação semelhante à que a actriz conheceu na vida real.
09.12.08
  • partilhe
  • 0
  • +
Cansada de ser boazinha
Diana Costa e Silva já foi alvo de preconceito racial na vida real Foto João Miguel Rodrigues

"Tenho um grande amigo negro, o Isaac, e já vivi de perto situações de preconceito racial", confessa, acrescentando que as pessoas lhe perguntavam "com estranheza" se eram namorados sempre que apareciam juntos. "A ‘Catarina’ é uma rapariga correcta e inteligente, que defende os valores em que acredita, como perder a virgindade só depois do casamento. Isso vai ajudá-la a enfrentar esta situação", garante a actriz, de 29 anos, que tem feito sempre papéis de menina certinha, como o de ‘Inês’, na novela ‘O Jogo’ (SIC). "Já não aguento mais ser boazinha!", ironiza.

Diana Costa e Silva começou a sua carreira no cinema ainda miúda, no filme ‘Cinco Dias, Cinco Noites’, de José Fonseca e Costa. Em televisão, já participou em séries como ‘Nome de Código: Sintra’, ‘Bocage’ e ‘O Dia do Regicídio’, todas exibidas na RTP.

Frontal, a actriz sublinha: "Não é com as novelas que mais me identifico, nem com essa faceta mediática da televisão. É algo que não quero para a minha vida", admite, acrescentando: "Gosto de intercalar os papéis no pequeno ecrã com pausas, pois tenho medo de uma ascensão demasiado rápida, de me tornar muito conhecida. Além disso, gosto bastante de fazer cinema e teatro."

Além de representar, Diana Costa e Silva não perde as suas aulas de tango e de equitação, ao mesmo tempo que presta serviços de voluntariado. "Um actor pode fazer mil coisas. Já ensinei Expressão Dramática a reclusos, durante dois anos em regime de voluntariado, no Estabelecimento Prisional de Lisboa. A pouco e pouco fui conquistando o respeito de todos e até encontrei alguns talentos entre eles", revela.

PERFIL

Diana Costa e Silva nasceu em Lisboa a 25 de Outubro de 1979. A actriz começou por estrear-se no cinema, em 1994, com ‘Cinco Dias, Cinco Noites’, de José Fonseca e Costa. ‘Duplo Exílio’ (2001) e ‘A Corte do Norte’ (2008) são outros filmes que interpretou. No pequeno ecrã, Diana fez parte do elenco de séries como ‘Riscos’ (1997) e ‘O Espírito da Lei’ (2001) e participou na novela ‘O Jogo’ (2004).

 

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!