Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
5

R. Kelly enfrenta acusações de abuso sexual com fiança de 882 mil euros

Músico foi formalmente acusado de dez crimes de abuso sexual agravado, nove dos quais contra menores.
23 de Fevereiro de 2019 às 21:24
Cantor R. Kelly
Cantor R. Kelly
Cantor R. Kelly
Cantor R. Kelly
Cantor R. Kelly
Cantor R. Kelly
Cantor R. Kelly
Cantor R. Kelly
Cantor R. Kelly
Cantor R. Kelly
Cantor R. Kelly
Cantor R. Kelly
Mais de uma década depois de R. Kelly ter sido absolvido de acusações de pornografia infantil - após um julgamento no qual a suposta vítima menor de idade não testemunhou contra ele - as suspeitas de abuso sexual voltar a assombrar a imagem do cantor. 

O músico foi formalmente acusado de dez crimes de abuso sexual agravado, nove dos quais contra menores, numa altura em que - devido ao movimento #MeToo - as vítimas estão mais disponíveis para testemunharem contra os agressores.

À data dos acontecimentos, três dessas vítimas eram menores de idade, tendo entre 13 e 17 anos.

O advogado de R. Kelly acusa as vítimas de serem "mentirosas" e nega todas as acusações. 

Devido às acusações de que o artista é alvo, os espetáculos de Kelly foram cancelados em 2018, enquanto ativistas proeminentes e artistas começaram a pedir um boicote ao cantor.

Em janeiro, a rede de TV Lifetime exibiu uma série de documentários em seis partes sobre as alegações de abuso de várias mulheres, um programa que levou a gravadora de longa data de Kelly, a RCA, de propriedade da Sony, a abandoná-lo.

O cantor R. Kelly entregou-se às autoridades de Chicago, nos EUA, na noite desta sexta-feira. Este sábado R. Kelly enfrentou o juiz que estabeleceu a fiança em um milhão de dólares, cerca de 882 mil euros. 
Sony advogado de R. Kelly R. Kelly cantor TV Lifetime músico
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)