Cinco cidades na luta para organizar festival da Eurovisão

Guimarães, Santa Maria da Feira, Matosinhos, Portimão e Lisboa identificadas como as melhores opções.
Por Duarte Faria|28.05.17
Guimarães (Multiusos), Santa Maria da Feira (Europarque), Matosinhos (Exponor), Portimão (Arena) e Lisboa (MEO Arena) foram as cidades sinalizadas pela RTP como tendo estruturas passíveis de receber a próxima edição do festival da Eurovisão.

Na semana seguinte a Portugal ter vencido o certame de música europeia (13 de maio), a empresa pública iniciou um processo de identificação de espaços cobertos que cumprissem o caderno de encargos entregue pela organização do festival e serão estas as cidades mais bem colocadas para acolher a final da 63ª edição do concurso.

O MEO Arena é o local preferido pela União Europeia de Radiodifusão mas a sua escolha poderá enfrentar dificuldades devido aos eventos já contratados para o espaço e aos custos de ocupação do espaço durante cerca de um mês. E Gonçalo Reis, presidente da RTP, que conta com o apoio do Governo, já garantiu que Portugal vai organizar um festival "sem excessos". Recorde-se que os custos de produção deste evento têm variado entre os 14 milhões de euros, no caso de Estocolmo, na Suécia, e os 56 milhões de euros, em Baku, no Azerbaijão.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!