Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
6

‘CM’ encerra ano com novo recorde

O Correio da Manhã é cada vez mais líder de vendas em Portugal. Em 2012, o título vendeu, em banca, uma média de 117 918 exemplares por dia, segundo dados da Associação Portuguesa para o Controlo de Tiragem e Circulação (APCT). Este número significa que o Correio da Manhã alcançou uma quota de mercado de 53,3% entre os diários generalistas, uma subida de 3,8 pontos percentuais face a 2011.

1 de Março de 2013 às 01:00

O semanário ‘Expresso’ manteve o segundo lugar na lista dos títulos de informação geral mais vendidos no País, com uma média de 82 386 exemplares, o que significa uma quebra de 10,2% (menos 9406 exemplares). Logo a seguir, está o ‘Jornal de Notícias’, com 63 101 jornais por edição, uma descida de 17,8% (perdeu 13 624).

Em quarto lugar, o desportivo ‘Record’ manteve-se líder de vendas no segmento desportivo. O título vendeu uma média de 52 242 exemplares em 2012. Seguem-se a ‘Sábado’, também ela a preferida entre as revistas de informação, com 39 861 edições vendidas semanalmente, e a ‘Visão’, com 38 347 exemplares (-9,9%). Na sétima posição, surge o desportivo ‘O Jogo’, com 21 549 vendas em banca, ou seja, uma queda de 20% (menos 5380 jornais). Já o ‘Público’ caiu 17,8% (perdeu 4576 exemplares), tendo registado uma média de 21 160 exemplares por dia.

O ‘Sol’ foi o título que registou a maior queda: 26,8%. O semanário vendeu em banca 16 665 edições, menos 6114.

Em último lugar, está o ‘Diário de Notícias’, com uma média de 14 920 exemplares, uma quebra de 15,5% (menos 2731 jornais) nas vendas.

Destaque ainda para o jornal ‘i’, que em 2012 alcançou os 4315 exemplares diários, menos 17,2% (895 jornais) do que no ano anterior.

correio da manhã apct recorde vendas
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)