Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
9

CNN despede funcionários para cortar custos

Canal de televisão prevê redução de trabalhadores até ao final do ano.
Correio da Manhã 30 de Novembro de 2022 às 18:04

O líder da Warner Bros – Discovery, proprietário da CNN anunciou esta quarta-feira um despedimento de funcionários, ainda por quantificar, na cadeia de televisão norte-americana. De acordo com um memorando constante de um email ao qual a agência Reuters teve acesso, os pormenores dos despedimentos deverão ser revelados amanhã por Chris Licht.

Os cortes de vários postos de trabalho na CNN até ao final do ano já tinham sido anunciados há meses, mas terão sido antecipados no sentido de acelerar o corte de custos decorrente da crise económica.

No mês passado, Licht tinha informado das mudanças na CNN referindo "uma preocupação generalizada sobre as perspetivas económicas globais" que levariam aos ajustes na empresa. As alterações, disse Licht na altura, iriam afetar "pessoas, orçamentos e projetos".

O anúncio de cortes acontece num ano particularmente difícil para o canal com sede em Atlanta. Em abril, a rede encerrou a CNN+, um serviço de streaming para assinantes que, segundo o New York Times, terá custado 300 milhões de dólares (290 milhões de euros). O encerramento dias após o lançamento levou ao despedimento de vários funcionários e, então, Licht revelou que as saídas ficariam por aí.

CNN Warner Bros media despedimentos
Ver comentários
C-Studio