Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
8

Condor em risco

Os prémios de televisão Condor, iniciativa da APIT (Associação de Produtores Independentes de Televisão), que envolve os três canais generalistas, podem não se realizar. Este é, pelo menos, o receio do presidente da associação, que atribui o impasse das negociações aos responsáveis dos três canais. As televisões, essas, não esclarecem a discordância.
15 de Julho de 2005 às 00:00
Os Globos de Ouro, iniciativa da SIC, foram até este ano os únicos prémios instituídos para televisão
Os Globos de Ouro, iniciativa da SIC, foram até este ano os únicos prémios instituídos para televisão FOTO: Tiago Sousa Dias
“Os prémios não têm data marcada e não sabemos se, algum dia, verão a luz do dia. Será uma pergunta a colocar à RTP, SIC e TVI”, diz Frederico Ferreira de Almeida, recordando que chegou “a estar tudo acertado com os três presidentes das estações e, quando já tínhamos garantido financiamento – por dois anos, com opção por um terceiro –, houve um recuo”.
A RTP devolve à associação o ónus da concretização do evento. “As televisões estavam em consonância, mas a APIT teria de reformular o projecto no sentido de reduzir o custo”, recorda o administrador Gonçalo Reis. Reafirmando o interesse do canal público nos prémios – estiveram agendados para 14 de Junho –, ‘passa a bola’ à associação de produtoras. “Aguardamos desenvolvimentos por parte da APIT.”
A TVI, pela voz de Pais do Amaral, frisa que “a colaboração [entre os canais] deverá ser efectuada nos moldes inicialmente acordados com a APIT.” O presidente da Media Capital recorda a “alteração da proposta de protocolo enviada pela APIT às três estações”, que, uma vez analisada pelas partes, criou “um impasse que não foi possível ultrapassar.” Ainda assim, reafirma a vontade de encontrar uma solução conjunta, que “contemple o objectivo inicialmente proposto de um evento único no, independente, transparente e rigoroso”.
A SIC, essa, “tem acompanhado e apoiado os esforços da APIT para a realização dos prémios”. Manuel Fonseca, director de programas, acrescenta, sem especificar, que “continuam em curso as negociações na área comercial”. E deseja, “sinceramente, que se chegue a um acordo” quanto a este evento que seria “um marco para todos os profissionais da área”.
“O financiamento estava garantido”, reforça o presidente da APIT. “Está nas mãos das três estações fazer com que os prémios se realizem, nos moldes em que a APIT os propôs”, sublinha Ferreira de Almeida.
Além de uma organização independente, seria novidade a emissão em simultâneo nos três canais, apresentado por profissionais da RTP, SIC e TVI. O sistema de votação, inovador, envolveria uma “academia de 100 pessoas, entre trabalhadores das produtoras associadas da APIT, tendo cada estação direito a 100 votos, tanto para as nomeações como para a eleição”, explicou Ferreira de Almeida. Este modelo era consensual, segundo o presidente da APIT.
Ver comentários