Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media

DANIELA MERCURY: É ARRISCADO PARA QUEM PARTICIPA

A cantora brasileira Daniela Mercury está novamente em Portugal, numa altura em que acaba de editar o seu novo disco “Electrodoméstico”, gravado ao vivo.
23 de Março de 2003 às 00:00
As razões que a trazem novamente a solos lusos são várias: Daniela Mercury escolheu Portugal para fazer a apresentação mundial de “Electrodoméstico”, no evento que marcou a despedida oficial do Estádio da Luz e é a estrela da gala de hoje da “Operação Triunfo”. Sobre o programa da RTP1, Daniela afirmou ser “importante como uma contribuição para o meio musical, apesar de pelo facto de ser um concurso onde existem expulsões todas as semanas pode ser arriscado para eles”.
Daniela não esconde algumas reservas em relação a este tipo de programas: “se fosse uma artista nova, nunca entraria num programa destes, é muito arriscado para quem participa. Afinal, quem sai sempre mais beneficiado é a televisão”.
Daniela ficou muito agradada com a visita que fez à escola da “Operação Triunfo”, afirmando que “são todos muito talentosos. Não ouvi uma voz que não tivesse gostado”.
Na gala de hoje, Daniela Mercury confidenciou-nos que vai cantar “Pérola Negra” em coro com os alunos, um momento que prevê “muito especial e emocionante”

OS CONSELHOS DE DANIELA

Para uma artista consagrada, que convive com a música e a fama desde muito cedo, é natural que Daniela Mercury consiga ter uma visão muito lúcida sobre as ambições que povoam os sonhos de qualquer aspirante a cantor e as frustrações e perigos que se escondem por trás de muitas promessas.
Para ler e guardar: “os que são eliminados, se eles forem talentosos e obstinados conseguem o que querem. Quando o homem acredita muito numa coisa, acaba por o conseguir. O mundo dá oportunidades para quem cria oportunidades para si mesmo”. Daniela reforça esta ideia quando afirma que “um artista, para fazer sucesso, não precisa só de ser talentoso.Tem que ter convicções em relação à música, cantar muito, exercitar muito, seja aonde for, ouvir o máximo de coisas que puder para ter uma visão global. Ter cultura geral, saber do país e do mundo. O cantor tem que compor para o mundo. Ter boas relações com a família, ter um bom empresário, que seja honesto. É preciso saber aquilo que se quer profissionalmente”. Conselhos de quem viu a fama sorrir-lhe à custa de muito trabalho.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)