Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
8

Decisão de adiamento da comissão adiada

João Semedo, deputado do BE, quis discutir esta terça-feira o adiamento da data marcada para o fim dos trabalhos da comissão (17 de Maio) mas Mota Amaral, presidente da comissão, não se mostrou de acordo, considerando que é possível cumprir oa prazos. Assim, a decisão sobre um eventual adiamento fica agendada para 12 de Maio, data para a qual foi marcada uma reunião de análise dos traballhos da comissão.
4 de Maio de 2010 às 16:28
Mota Amaral acredita concluir os trabalhos da Comissão até 17 de Maio
Mota Amaral acredita concluir os trabalhos da Comissão até 17 de Maio FOTO: Mariline Alves

Até essa data os deputados vão ouvir Pedro Silva Pereira, ministro da presidência cuja audição foi marcada para amanhã, e esperam receber os documentos em falta: as 173 escutas pedidas ao tribunal do Baixo Vouga, assim como os meios de prova no caso Taguspark, como escutas e emails. 

Pacheco Pereira defendeu o pedido de João Semedo, afirmando que não se deve “fechar desde já a hipotese de um alargamento de tempo”. Já Ana Catarina Mendes, deputada do PS, diz que “não há necessidade de prorrogação do prazo”. 

“Ao longo de duas semanas ouvimos várias pessoas, consultámos vários documentos e não há um único facto que comprove as convicções da oposição”, disse.

Ver comentários