Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
5

EH PÁ, CANTAR É BOM!

Na noite de todos os romances, Dino voltou a passar pelo crivo das votações do público. No domingo, estava mais convencido da sua saída. Como o próprio garantiu ontem ao CM, confessando o cansaço de estar sempre a ser nomeado, umas vezes salvo pelos colegas, outras sujeito à votação, "como uma bola de pinguepongue".
2 de Dezembro de 2003 às 00:00
 Catarina furtado conforta Dino, expulso pelos telespectadores
Catarina furtado conforta Dino, expulso pelos telespectadores
Agora, é tempo de pensar no futuro e, se as propostas não vierem ter com ele, Dino já vai avisando: "Claro que vou à procura. Afinal vim até aqui, não é? E cheguei muito longe", frisa o ex-concorrente. Nunca tinha participado em concursos musicais mas, às escondidas, a irmã Lígia inscreveu-o. Depois, foi acompanhar a amiga Carla aos 'castings' e acabou por ser ele a ficar na escola.
Dos tempos que passou na Venda do Pinheiro, lembra os momentos de lazer com os colegas e as aulas como o melhor. Mas foram os concertos das professoras Paula e Maria João, a que os alunos assistiram na semana passada, que mais o encantaram.
Depois de um prémio internacional pelos seus dotes de pintura, o melhor prémio depois da 'OT' seria "gravar um disco ao meu estilo". R & B ou soul são os estilos eleitos. Ou as baladas, como a da gala de domingo - 'We've got Tonight', que Dino elegeu como a favorita de todas as galas, naqueles que eram afinal "os dias mais felizes da minha vida". E se tivesse que definir também o prazer da música, Dino perde-se em emoções, para dizer apenas, bem ao seu jeito (o mesmo que encantou os colegas e o público da 'OT'): "Eh pá, cantar é muito bom!"
O REGRESSO DOS EX-ALUNOS
André, Vânia, Petra, Rita, Nuno Mega, Aline e Miguel regressaram à escola, durante uma semana, (quase) como se fosse tudo como antes. Mas, desta vez, um deles poderia ser eleito pelo público para voltar à 'OT'. André foi o escolhido mas acabou novamente nomeado. Quanto aos ex-alunos, a vida fora da escola "não mudou nada de especial". A grande diferença é a reacção das pessoas, na rua: "Todos me conhecem", conta Petra, de volta a Lisboa, depois de duas semanas de férias na sua Madeira. Todos parecem 'conformados' com o regresso à vida de todos os dias e confiantes no futuro. "É a música o que eu quero", como sublinha Rita.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)