Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
2

Em 2015 encerraram menos publicações

ERC recebeu 365 pedidos de cancelamento de atividade.
Duarte Faria 21 de Agosto de 2016 às 09:47
Em Portugal estão registados 701 jornais, sendo que 141 têm periodicidade diária e 155 são semanários
Em Portugal estão registados 701 jornais, sendo que 141 têm periodicidade diária e 155 são semanários FOTO: Getty Images
A crise entre os órgãos de comunicação social parece ter abrandado no ano passado, após anos de muitas dificuldades. A conclusão tem em conta o registo feito pelas empresas de media junto da Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC).

De acordo com o relatório de regulação deste organismo, foram comunicados em 2015 um total de 365 cancelamentos de atividade, o que compara com os 420 registados no ano anterior.

No total, e segundo o mesmo documento a que o CM teve acesso, no final do ano passado, havia em Portugal 3064 meios de comunicação social ativos.

Destes, 1991 eram publicações periódicas, que representam o grosso dos registos que deram entrada no regulador dos media, presidido por Carlos Magno. Este universo é constituído por 701 jornais, dos quais 141 têm periodicidade diária, 155 são semanais, 115 quinzenais e 198 mensais. Os restantes 92 têm periodicidade diversa.

Já os serviços de programas de radiodifusão representaram 333 inscrições, seguidos das empresas jornalísticas (314), dos operadores de radiodifusão (303) e dos serviços de programas de televisão (60: 44 de âmbito nacional, 14 de âmbito internacional e 2 de âmbito regional).

Referência ainda para os serviços de programas difundidos exclusivamente por internet (32, sendo que 81% destes serviços são de rádio), para os operadores de televisão (21), para os operadores de distribuição (8) e, por último, para as empresas noticiosas (2).
Entidade Reguladora para a Comunicação Social ERC Carlos Magno media publicações
Ver comentários