Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
5

EM BUSCA DA FAMÍLIA PERDIDA

Um mês e uma semana depois de ter estado junto da família, Lília, da “Academia de Estrelas” (TVI), voltou a reunir-se com aqueles que mais ama para passar algumas horas. No entanto, “todo o tempo do mundo não é suficiente para matar as saudades, mas já estou com mais forças para continuar”, desabafou a já apelidada Nicole Kidman portuguesa na hora da despedida.
30 de Junho de 2002 às 21:51
O seu dia começou com uma ida à Estufa Fria. Num ambiente estilo “Indiana Jones”; a jovem percorreu a imensa “selva” à procura dos pais, irmãs e demais familiares. Mas estes estavam bem escondidos, mas ansiosos por reencontrar a sua “menina”.

“As saudades são muitas. Apesar de, há quatro anos, vermos a nossa filha esporadicamente, custa sempre quando estamos longe dela”, afirmou Miguel, o pai da concorrente da Academia. Já Fátima, a mãe, mostrava evidentes sinais de nervosismo.

Discreta como sempre, Lília não deixou extravasar em demasia aquilo que lhe ia na alma. Aliás, como é seu hábito, ou feitio se assim lhe quisermos chamar, a concorrente mantém “low-profile” e chega inclusivamente a baixar a cabeça quando se lhe pede que mostre algum sentimento. Atitude de defesa? Talvez...

No meio de tanto verde na Estufa Fria, o tão esperado momento havia chegado: Lília reencontrou os pais, a irmã Cláudia, primas e tios. Sempre com a presença das câmaras, houve trocas de mimos e muitas prendas.

E porque a hora e o estômago assim o exigiam, o almoço aconteceu num sítio sossegado, mas marcado pelo último jogo do Mundial 2002. Apesar de Lília se mostrar um pouco desinteressada no que se passava no Japão, a vitória do Brasil sobre a Alemanha não passou indiferente aos demais presentes. Resta saber como os restantes aspirantes a estrelas que não tiveram direito a sair da Academia este sábado reagiram à vitória da selecção brasileira. Muito provavelmente, Nuno terá sido o mais descontente, isto porque, apesar dos inúmeros pedidos que fez à produção a pedir para assistir ao jogo, não pôde ver a grande final.

ALMOÇO SOSSEGADO

O almoço de Lília correu num ambiente calmo e descontraído. “Muitas pessoas pediram para vir almoçar connosco, mas eu prefiro reunir um grupo pequeno para estar mais sossegada com a minha filha”, disse Fátima, acrescentando: “Se calhar, estou a ser egoísta”.

Mas como se costuma dizer, o que é bom acaba depressa, a jovem tinha de regressar à Venda do Pinheiro. E fechou a porta da Academia da TVI... pelo menos até ao dia 20, na grande final que revelará as três estrelas vencedoras.

Além de concorrente, Lília é também conhecida por ter encontrado o amor na “Academia de Estrelas” e namorar um dos concorrentes mais populares: o macaense Mané.

O romance, tranquilo no início, e agora mais conturbado, tem contribuído para criar muita polémica. É que muitos têm criticado a jovem, dizendo que ela tem utilizado a popularidade do seu amado para proveito próprio.

“Só quero a sua felicidade e, apesar de não conhecer o Mané, acho que é uma pessoa bem formada. Têm falado sobre a existência de jogos de bastidores, mas não se trata de nada disso”, disse o pai Miguel, em defesa da filha que afirma ter “características para ser uma das finalistas”.

Mas isso, só o público dirá....
Ver comentários