Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
6

Eve e Alex gravam CD

Nem Evelyne Filipe (Eve para os amigos) nem Alexandre Amaral (de nome artístico Alex Smith) chegaram ao trio de finalistas da terceira edição da ‘Operação Triunfo’ (‘OT’), na RTP 1.
8 de Março de 2008 às 00:30
Mas tanto Eve como Alex estão lançados no mercado da música em Portugal, com álbuns prestes a ser editados, entre Maio e Junho, pelo conhecido produtor e compositor Jan Van Dijck.
Eve, de Aveiro, e Alex, do Porto, não se ficam por aí. Amanhã, os dois ex-concorrentes da ‘OT’ poderão ser vistos no Festival da Canção, que a RTP 1 transmite em directo a partir das 21h30. Ela ao lado dos ex-colegas Jonas, Jessica, Joana e Luís no coro da canção n.º 5, ‘Senhora do Mar’, interpretada pela vencedora da ‘OT’, Vânia Fernandes, e ele como intérprete da canção n.º 8, ‘Obrigatório Ter’, musicada e produzida igualmente por Jan Van Dijck, com letra de Pedro Malaquias, que escreveu ‘Jardins Proibidos’, de Paulo Gonzo.
Jan Van Dijck sublinha ao CM que convidou Eve e Alex, para gravarem com ele, “ainda a ‘OT’ decorria”.
“Tive mais convites para editar álbuns. Mas apaixonei-me pelas músicas que o Jan Van Dijck me apresentou, algumas dele e outras de compositores internacionais. Ficam logo no ouvido”, confessa Eve ao CM.
“Este meu álbum é composto por 11 temas originais e as letras são minhas. O Jan não estava à espera de que eu escrevesse assim. É que não crio letras vulgares. Gosto de coisas rebuscadas”, revela a cantora. Uma surpresa que Van Dijck confirma: “A Evelyne surpreendeu-me. Escreve muito bem!”
Neste álbum de Evelyne, nascida em Paris, filha de um português e de uma espanhola, ouviremos, adianta a própria, “baladas, um tema rock e um ou dois R & B [ritmos e blues]. Tudo em português! E colabora no CD um artista de renome na música portuguesa”.
“O álbum de ‘Alex Smith’ deverá sair em Maio, também com 11 temas originais”, revela o produtor ao nosso jornal, adiantando ainda que se trata de “um registo pop-rock, bastante moderno e ao estilo de Robbie Williams. Já na ‘Operação Triunfo’ Alex era frequentemente chamado de ‘O Robbie Williams português’.
CANTORA SEM TIRÓIDE DESDE OS 23 ANOS
Evelyne Filipe, de 27 anos, é já uma vencedora. Aos 23 foi-lhe diagnosticado um cancro na tiróide. A fé e a enorme vontade de se curar salvaram-na. “A cirurgia demorou nove horas e fizeram-me a remoção total da tiróide. A zona nervosa foi toda afectada. Eu estava muito assustada!”, conta. “Depois da cirurgia, tive um inchaço e paralisias na face e na corda vocal esquerda. Os médicos diziam-me que não podia voltar a cantar. Mas, depois de três anos em tratamento e de muitas sessões de terapia da fala, voltei, primeiro, a pronunciar as palavras e, aos poucos, a cantar. Até chegar aqui.” Quando começou a passar nos sucessivos castings da ‘Operação Triunfo’, “nem queria acreditar”, confessa Eve. E conclui: “Ganhei fé e Deus apoiou-me.”
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)