Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media

Ex-marine reforça Al-Jazeera inglesa

A equipa da versão inglesa do canal árabe Al-Jazeera está a ser composta por profissionais do mundo ocidental. Um dos quais, talvez o caso mais curioso, é Joshua Rushing, ex-capitão dos ‘marines’ com a função de porta-voz do Comando Central durante a invasão do Iraque em 2003.
1 de Abril de 2006 às 00:00
O ex-militar será um dos correspondentes da Al-Jazeera em Washington, capital norte-americana, e está previsto que tenha um programa só para ele. Além de Rushing, o conjunto de profissionais conta ainda com a presença de vários jornalistas das principais cadeias de TV ocidentais, como são os exemplos de David Frost, ex-BBC, Dave Marash, ex-ABC, ou Lucia Newman, ex-CNN. Esta jornalista chegou ao canal de informação norte-americano em 1987 e era a primeira e única correspondente da estação em Havana, onde estava desde 1997.
David Frost, quando revelou a transferência para o canal árabe de notícias, afirmou que estava “tranquilo” com o “casamento”, garantindo ter “total responsabilidade editorial”. O jornalista inglês terá um programa semanal, entrevistando várias personalidades políticas.
A investida da Al-Jazeera nos media de expressão inglesa faz parte da estratégia para alterar a imagem no mundo ocidental.
A estação, criada em Novembro de 1996, com sede no Qatar, que prevê arrancar no final de Maio, tem como objectivo apresentar uma visão do Mundo que contraponha o domínio dos Estados Unidos. No entanto, o início das transmissões regulares nos EUA está posta em causa, para já, pois nenhuma operadora de TV por cabo ou satélite se mostrou receptiva à Al-Jazeera Internacional.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)