Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
4

ÊXITO À VOLTA DO MUNDO

As audições começam dentro em breve. A SIC procura um primeiro lote de 30 candidatos, de onde sairá a dezena de concorrentes ao programa que promete dar que falar
12 de Julho de 2003 às 00:00
É um êxito à escala mundial, o programa ‘O Ídolo’, que a SIC escolheu para desafiar em Setembro as novas versões de ‘Operação Triunfo’ (RTP) e ‘Big Brother’ (TVI). Embalada pelas provas dadas noutros países, a SIC vai começar as audições em Agosto, em busca de um lote de candidatos a estrelas do mundo da canção.
Baseado no formato inglês ‘Pop Idol’, da produtora Fremantle Media, que catapultou para a fama Will Young, de 23 anos, ‘O Ídolo’ deverá colocar em competição 10 candidatos, escolhidos entre as três dezenas que um júri vai apurar em Agosto.
O sucesso de ‘Pop Idol’, a cuja final assistiram no ano passado 14 milhões de telespectadores na Grã-Bretanha, ditou a exportação do formato para os EUA. Em terras do Tio Sam, o programa, transmitido pela Fox, foi apelidado de ‘American Idol’, e já conta com duas edições. A primeira lançou para o estrelato Kelly Clarkson e, na segunda, Ruben Studdard foi o escolhido.
Ainda em 2002, o formato chegou a outras paragens. O canal polaco Polsat lançou o seu ‘Idol’, enquanto os sul-africanos assistiram a ‘Idols’, na M-Net. A versão alemã, transmitida pela RTL, adoptou o nome de ‘Deutschland sucht den Superstar’, tendo a final alcançado os 15 milhões de espectadores. Os holandeses, por seu turno, conheceram-no sob o nome de ‘Idols’, emitido pela RTL 4.
Neste ano foram lançadas mais versões, entre elas ‘Superstar’ (Líbano), ‘Idool’ (Bélgica), ‘A La Recherche de la Nouvelle Star’ (França), ‘Idol’ (Noruega) e ‘Canadian Idol (Canadá).
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)