Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
9

Facebook e Instagram banem Pornhub das suas plataformas

Meta acusa o site de conteúdos para adultos de violar as regras.
Sónia Dias 30 de Setembro de 2022 às 08:31
Pornhub tinha mais de 13 milhões de seguidores no Instagram
Pornhub tinha mais de 13 milhões de seguidores no Instagram FOTO: Dmitriy Devyatkin/Getty Images/Flickr RF
Há dois gigantes da internet em guerra. A Meta, que detém o Instagram e o Facebook, decidiu banir o Pornhub de todas as suas plataformas, por violação repetida das regras da empresa, nomeadamente no que diz respeito a nudez, conteúdo para adultos e solicitação sexual. O maior site de pornografia do Mundo, por sua vez, acusa a gigante tecnológica de “discriminação”.

Esta semana, a empresa de Mark Zuckerberg confirmou que tinha eliminado permanentemente a conta do Pornhub no Instagram, onde tinha mais de 13 milhões de seguidores. Esta medida já tinha sido tomada há cerca de três semanas, mas tudo indicava que era temporária.

De acordo com a Meta, a plataforma de conteúdos para adultos violou as regras do Instagram repetidas vezes, e os administradores da página já tinham sido alertados para isso.

Há anos que o Pornhub está envolvido em polémicas relacionadas com a falta de moderação de conteúdo, assim como acusações de tráfico sexual e pornografia infantil, o que fez com que várias empresas, como a Visa e a Mastercard, boicotassem a plataforma. Apesar de ter tomado algumas medidas, no início do ano uma fonte interna disse ao ‘The Verge’ que a moderação de conteúdo do Pornhub não é suficiente.

Agora, ao ser banida pela Meta, o site manifestou-se através de uma nota assinada por várias personalidades da indústria pornográfica, que acusam o Instagram de realizar uma “aplicação opaca, discriminatória e hipócrita dos seus próprios termos e políticas”. Dizem ainda que a rede social é injusta com “um grupo já marginalizado”, que é o dos “criadores de conteúdo independentes”. E dá o exemplo de celebridades como Kim Kardashian, que partilham imagens de nudez e não são banidas. “Exigimos que o Instagram acabe imediatamente com toda esta discriminação”, afirmam.
Ver comentários