Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
1

Filho do selecionador nacional Fernando Santos compra Euronews

Fundo de capital de risco liderado por Luís Santos e filho de ex-eurodeputado vai adquirir 88% da estação europeia a magnata egípcio.
Duarte Faria 18 de Dezembro de 2021 às 07:43
O selecionador nacional de futebol, Fernando Santos, com o filho, Luís, que lidera o fundo de capital de risco Alpac
O selecionador nacional de futebol, Fernando Santos, com o filho, Luís, que lidera o fundo de capital de risco Alpac FOTO: Pedro Ferreira
A Alpac Capital, fundo de capital de risco português, vai comprar uma posição maioritária de 88% no capital da Euronews à Media Global Networks, ‘holding’ do magnata egípcio Naguib Sawiris. O valor do negócio, que deverá ficar fechado no fim do primeiro trimestre de 2022, não foi revelado.

Este fundo é liderado por por Pedro Vargas David (filho do ex-eurodeputado do PSD Mário David, atual conselheiro político do primeiro-ministro da Hungria, Viktor Orbán) e Luís Santos (filho do selecionador português Fernando Santos). Tem escritórios em Lisboa, Budapeste (Hungria) e Dubai (Emirados Árabes Unidos) e entre o seu portefólio de empresas encontra-se, por exemplo, a Caravela Seguros.

Num nota publicada esta sexta-feira, a Euronews explica que a Alpac Capital assinou uma "oferta vinculativa" pela maioria do capital do grupo, o que lhe permite regressar ao controlo por investidores europeus, "como foi na sua origem". Os restantes 12% da Euronews vão continuar nas mãos de um consórcio que junta vários meios internacionais, entre eles a RTP, a RAI, de Itália, e a France Télévisions, de França.

A Alpac promete "apoiar o atual plano de negócios" do canal europeu e reforçar o investimento na digitalização. Está ainda previsto um aumento de capital para obter financiamento.

No ano passado, e de acordo com a Reuters, as receitas de publicidade da Euronews caíram 40%, devido à pandemia da Covid-19, tendo o canal fechado 2020 com um prejuízo de cerca de 16 milhões de euros.
Euronews Naguib Sawiris Media Global Networks Alpac Capital economia negócios e finanças política media
Ver comentários