Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
3

Floribella vendeu tudo menos livros

O fenómeno de popularidade de ‘Floribella’ permitiu ontem sobrelotar a Feira do Livro de Vila Nova de Famalicão. As crianças arrastaram os pais até à Casa das Artes, mas os editores não sentiram efeitos da mobilização nas vendas, com excepção para os CD, DVD, agendas, diários e alguns dos quatro livros de histórias da protagonista da telenovela da SIC.
26 de Novembro de 2006 às 00:00
Luciana Abreu distribuiu sorrisos e autógrafos na Feira do Livro
Luciana Abreu distribuiu sorrisos e autógrafos na Feira do Livro FOTO: Sérgio Freitas
No final de uma sessão de autógrafos que decorreu sem problemas, Luciana Abreu deixou uma mensagem de Natal para as crianças. “Estudem muito, comam como dever ser, portem-se bem e sejam sempre amigos dos vossos pais”, apelou perante uma plateia entusiasta, mas que passou literalmente ao lado dos livros.
“Hoje a festa era toda da minha filha, mas vou aproveitar para regressar no domingo e procurar uns livros”, confessou o médico Sérgio Azevedo. Já Sara Mendes, de oito anos, não escondia a satisfação por levar um diário da ‘Floribella’: “Agora, vou poder escrever aqui as minhas histórias, como ela.”
Mais importante que promover a venda, o vereador municipal Leonel Rocha salientou a importância da iniciativa para divulgar o novo espaço da Feira do Livro e levar mais gente à Casa das Artes, mostrando-se convicto de que as compras e a leitura virão por arrasto, nos próximos dias.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)