Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
3

Furtado ultima documentários

Joaquim Furtado está a ultimar uma série documental sobre a Guerra Colonial para a RTP, que ficou pendente na altura da sua saída da estação, em Abril de 2002.
10 de Janeiro de 2006 às 00:00
A pesquisa tem vindo a ser realizada há já vários anos, mesmo antes de o jornalista e ex-director de programas e de informação da RTP deixar o canal. “Havia muito material e quisemos aproveitar o trabalho feito, mesmo estando o Joaquim Furtado em situação de pré-reforma quando a administração assumiu funções [em 2002]”, lembrou ao CM Luís Marques. O administrador disse ainda que o “trabalho teve um orçamento próprio”, sendo pago à parte das negociações de rescisão por não ter “nada a ver com a situação contratual que estava em curso”.
Recorde-se que, à data, Furtado assumiu publicamente que deixava a RTP em desacordo com a contratação de Emídio Rangel como director-geral. Em Dezembro, Nuno Santos anunciou a intenção de o canal público vir a “emitir entre 45 a 50 horas de produção documental, a maioria em horário nobre”.
O CM tentou falar com Joaquim Furtado, mas sem sucesso.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)