Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
3

Gala da TVI com 800

Ruy de Carvalho e Simone de Oliveira vão recitar poesia na ‘Gala das 7 Maravilhas’. A megaprodução de Filipe La Féria para a TVI, que o CM antecipa, mobiliza cerca de 800 pessoas.
5 de Março de 2007 às 00:00
Filipe La Féria
Filipe La Féria FOTO: Vítor Mota
Entre bailarinos, figurantes, músicos, actores e equipa técnica, cerca de 800 pessoas estão a preparar a ‘Gala das 7 Maravilhas’. Simone de Oliveira e Ruy de Carvalho recitarão poesia no espectáculo, de duas horas e meia, de Filipe La Féria, autor do poema que o actor vai declamar. Wanda Stuart, que entra em palco logo a seguir à velha figura do teatro, está encarregada de encerrar a noite onde serão mostradas 42 maravilhas: 21 portuguesas e as restantes dos diferentes pontos do globo.
Pelas colunas romanas, cenário idealizado por La Féria, passarão, para lá de muitos actores e cantores portugueses conhecidos, bailarinos vindos de Moscovo, vários grupos de dança e gaiteiros. Será “um espectáculo... à La Féria – tem tudo, não lhe falta nada”, define ao CM Miguel Dias – que veste a pele de D. Afonso Henriques – após mais um ensaio na Estufa Fria. Cerca de 60 cavalos entrarão, igualmente, na megaprodução, considerada, por Rita Ribeiro, “a oitava maravilha do Mundo”.
O responsável pelo espectáculo, a exibir na noite de quarta-feira, dia em que a RTP faz a gala dos 50 anos, mandou criar também uma plataforma giratória, colocada na arena, e um globo insuflável, suspenso na cúpula do Campo Pequeno, onde serão projectadas imagens tridimensionais.
Actores, cantores e bailarinos farão a ‘ligação’ às maravilhas, designadamente Acrópole, Coliseu de Roma, Stonehenge e Castelo de Guimarães. Todavia, nem todas elas serão figuradas, ficando a representação de algumas reduzida à projecção de imagens nos três ecrãs instalados no Campo Pequeno. A condução da segunda parte da gala, dividida em dois actos, estará a cargo de Rita Ribeiro, Marina Mota – participam também na primeira parte –, Carlos Paulo e Vítor de Sousa.
La Féria espera dar “um grande espectáculo à TVI”. A gala, que assinala a sua estreia na Quatro, “vai ficar na memória”, diz o produtor, que se escusa a comentar a acção, por difamação, que lhe moveu a RTP.
NO FEMININO
RITA RIBEIRO interpretará ‘Lisístrata’, a qual reúne um grupo de mulheres que decide fazer greve de sexo e ocupar a Acrópole para travar a Guerra do Peloponeso. A adaptação de um texto de Aristófanes serve de moldura para uma das maravilhas – a Acrópole. Entra na primeira parte do espectáculo.
MARINA MOTA será a figura principal de uma rábula vicentina adaptada por Filipe La Féria, que termina com uma canção de Fausto interpretada pela actriz. Na segunda parte, fará a apresentação das 21 maravilhas nacionais, em parceria com Rita Ribeiro, Carlos Paulo e Vítor de Sousa.
WANDA STUART personificará Carmen Miranda na representação da última maravilha da noite – o Cristo Redentor no Rio de Janeiro. A cantora actua no fecho da gala, mas também abrirá o espaço musical, interpretando um tema, confessa, que retrata “uma personificação do sonho do Homem”.
'OS GRANDES PORTUGUESES'
Miguel Dias, que fará de D. Afonso Henriques, satirizará, com vários figurantes, ‘Os Grandes Portugueses’. ‘D. Afonso Henriques’ elegerá a ‘selecção nacional dos grandes portugueses’, a qual integrará ‘Eusébio’, ‘Alberto João Jardim’ e ‘Salazar’, que aparecerá numa cadeira de rodas.
NOTAS
GLOBO
Num globo insuflável, suspenso na cúpula da sala, serão projectadas imagens tridimensionais.
CAVALOS
Cerca de 60 equídeos actuarão, em duas circunstâncias, na arena do Campo Pequeno.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)