Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
3

Global Media abre porta a fusão da TSF

Dono da emissora avisa trabalhadores que pretende “maior interação com outros títulos” do grupo e revela que a rádio acumula prejuízos há 11 anos consecutivos.
Correio da Manhã 29 de Novembro de 2019 às 19:18
Sede da Global Media em Lisboa
Sede da Global Media em Lisboa
Sede da Global Media em Lisboa
Sede da Global Media em Lisboa
Sede da Global Media em Lisboa
Sede da Global Media em Lisboa

A Administração da Global Media informou esta sexta-feira os trabalhadores da rádio TSF que "o espírito de renovação" em curso na empresa "exige que caminhemos no sentido de uma maior cultura de grupo". O objetivo é, lê-se no mail enviado aos funcionários da emissora, potenciar "ganhos e eficiência" através "de uma maior interação com outros títulos" do grupo que, além da TSF, detém ainda os jornais DN, JN e O Jogo.

Esta necessidade, que poderá implicar a fusão da rádio com outro meio, decorre de um cenário de resultados da emissora que, de acordo com o mesmo mail, são "negativos há 11 anos consecutivos (desde 2008), e que as perdas, nalguns desses anos, foram mesmo superiores a 1 milhão de euros".

Trabalhadores ameaçam com greve
Em meados de novembro, recorde-se, os trabalhadores da TSF deram dez dias para a administração do grupo presidido por Daniel Proença de Carvalho esclarecer "quem tem o poder de decisão dentro da empresa sobre a reestruturação anunciada" o que incluirá um possível despedimento colectivo.

Aparentemente, a missiva enviada agora aos trabalhadores não responde às questões solicitadas e que se não fossem esclarecidas poderia levar à realização de uma greve na emissora.

Diretor demitiu-se
A instabilidade na TSF agravou-se no dia 7 de novembro, dia em que o diretor Arsénio Reis apresentou a demissão do cargo que está a ser ocupado de forma interina.
Em 2014, quando a TSF ainda era propriedade da Controlinveste, uma reestruturação do grupo levou ao despedimento de 160 trabalhadores, 64 dos quais jornalistas.

Em Setembro passado, o administrador Afonso Camões terá admitido durante um encontro com comissões de trabalhadores dos vários meios que o novo processo de reestruturação do grupo poderiam implicar o despedimento de 200 colaboradores.

TSF Media Administração da Global Media JN DN O Jogo economia negócios e finanças
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)