Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
9

Governo “pode dispensar SIC” se não aceitar proposta de tempos de antena

A SIC pondera não emitir os tempos de antena para as eleições presidenciais, caso a proposta que vai ser apresentada pela estação, nesta tarde de sexta-feira, seja rejeitada pelo Ministério das Finanças (MF), adiantou o presidente do grupo Impresa, Pinto Balsemão.
7 de Janeiro de 2011 às 16:17
“Se essa proposta não for aceite se calhar podem dispensar-nos”, diz Balsemão
“Se essa proposta não for aceite se calhar podem dispensar-nos”, diz Balsemão FOTO: Jorge Paula

Como o Correio da Manhã avançou esta sexta-feira, o MF quer reduzir em 30 por cento a verba paga às estações privadas como forma de compensação pela emissão dos tempos de antena em horário nobre, com a duração de 15 minutos diários (30 minutos ao fim-de-semana), e que deviam ter início este domingo, dia 9. 

À margem da conferência que assinalou os dez anos da SIC Notícias, Pinto Balsemão admitiu que a SIC está disponível para negociar, “na medida em que o País está em dificuldades”, tendo mesmo apresentado uma proposta de redução de cinco por cento.

SIC e TVI encontram-se esta sexta-feira com representantes do MF para discutir os valores que, de acordo com os pagamentos relativos às eleições legislativas de 2009, se situam nos 2,5 milhões de euros. 

Mas o presidente do grupo que detém a SIC já avisou que rejeita o corte proposto pelo ministério, de cerca de 750 mil euros, contra a redução de 125 mil que as privadas estão dispostas a aceitar. “Se essa proposta não for aceite se calhar podem dispensar-nos”, avisou.

pinto balsemão sic televisão tv media tempos de antena presidenciais
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)