Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
7

Incontactável

Arlinda era a imagem da felicidade quando, à porta do hotel onde ficou instalada, se atirou para os braços do marido, Alioune Koné, e o fez cair sobre o capot de um carro estacionado no passeio. “Meu amor, que saudades!”, confessou, na madrugada de ontem, selando o reencontro com um prolongado beijo.
24 de Maio de 2005 às 00:00
Quanto às primeiras horas fora da Baracha, Arlinda assegurou que passaria “na caminha” com o marido. “Vou comê-lo de todas as maneiras... com batatinhas e grelos... e em todo o lugar”. Sendo a algarvia uma mulher de palavra, percebe-se a razão de ontem ter estado incontactável.
Alioune, visivelmente incomodado com o à-vontade da mulher, desabafou: “Estou muito cansado...” Mas Arlinda anunciou que ia dar descanso ao cristal: “Já não preciso dele. De tanto o usar, acho que fiz um bebé”, contou entre gargalhadas.
A fotógrafa saiu da Baracha por vontade própria. Aliás, antes de a gala de domingo se iniciar já se falava de tal facto na Venda do Pinheiro. “Há uma semana que estava em negociações com a produção para sair e a forma encontrada foi a expulsão”, garantiu-nos uma fonte ligada à produção.
“A Arlinda está com muitas saudades do menino [o filho Joyé]. É verdade que pediu para sair, até mesmo agora sugeriu aos telespectadores que votassem nela. Além disso, ela não entrou para vencer, mas sim para ser conhecida”, referiu Alioune, depois de anunciada a saída da mulher.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)