Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
8

IRREVERÊNCIA E HUMOR

Teresa Guilherme é a anfitriã. Júlia Pinheiro, Margarida Rebelo Pinto, e Cinha Jardim são as residentes do novo programa da TVI “Rosa Choque”, que estreia nos princípios de Maio. Gravar o genérico com as quatro foi um desassossego. Imaginem o que será fazer a edição semanal deste ‘talk-show’...
26 de Abril de 2003 às 17:41
Da esquerda: Cláudio Ramos, Cinha Jardim, Teresa Guilherme e Júlia Pinheiro
Da esquerda: Cláudio Ramos, Cinha Jardim, Teresa Guilherme e Júlia Pinheiro FOTO: Direitos Reservados
“A masturbação gera cegueira?”, questiona o repórter de “Rosa Choque”, Cláudio Ramos. A resposta consegue ser mais desconcertante do que a pergunta. “Cegueira e falta de ouvido”, responde, convicto, o cidadão abordado na rua. O mote está dado. E, no estúdio, num cenário a imitar um harém, em tons de vermelho e dourado, de forma humorada, exuberante e até um pouco “inconsequente”, as quatro participantes debatem a questão. Sempre em jeito de puro entretenimento. Durante 90 minutos, e com três ou quatro convidados por programa.
Júlia Pinheiro, “a única morena no meio de loiras”, promete não haver tento na língua. Cinha Jardim garante: “Vou zelar pelo nível do programa para que as minhas queridas filhas o possam ver e ouvir.” Cláudio Ramos, o “escolhido num País com tantos homens”, informa: “Vou trabalhar divertindo-me.” Teresa Guilherme, que nos vai aparecer em “Quem É o Mais Inteligente?”, acumula a apresentação de “Rosa Choque” com a sua produção. Margarida Rebelo Pinto, ausente no estrangeiro, nada disse por ora.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)