Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
9

JORNALISMO ON-LINE EM ALTA

O número de portugueses leitores de publicações on-line vai mais que duplicar até 2005, atingindo cerca de 500 mil, conclui o estudo “A Internet e a Imprensa em Portugal”, a apresentar na quinta-feira pela Associação de Imprensa e pela Vector 21.
27 de Outubro de 2003 às 19:40
O jornalismo on-line está a crescer
O jornalismo on-line está a crescer FOTO: d.r.
O estudo abordou de forma exaustiva os efeitos da Internet nos hábitos de leitura de imprensa dos portugueses, traçando pistas para o futuro da imprensa tradicional e as adaptações que são necessárias fazer para que os sistemas de produção funcionem de forma eficaz na Internet.
O trabalho provou, sobretudo, a existência actual de uma resistência à leitura on-line, em fase de dissipação, e que a leitura on-line retira vendas em banca à imprensa tradicional. A facilidade do transporte do jornal de papel e o hábito de compra em banca são as principais razões de obstáculo à adesão maior aos jornais electrónicos. No entanto, esta tendência está a evoluir na direcção da Internet, com técnicos especializados, professores e quadros superiores a ‘abrir caminho’.
O estudo mostra ainda que 30% dos leitores on-line deixaram de comprar o jornal na banca e que um em cada quatro universitários passaram a ler a imprensa na Internet, sendo este também um importante factor de desenvolvimento das audiências dos jornais electrónicos. Mas, como o hábito electrónico ainda está em desenvolvimento (um factor a que não serão alheios os elevados preços do acesso á Internet em Portugal), os leitores de jornais on-line mostram ainda grande resistência em pagar pelos conteúdos. Apenas um terço dos inquiridos admite tal hipótese.
Um outro factor penalizante para o desenvolvimento do jornalismo on-line é o facto de 97% dos utilizadores não se recordar do último anúncio que viu na Internet, o que afasta os anunciantes do meio e dificulta a viabilidade financeira autónoma das publicações on-line.
A relação banca / Internet estabelecida por este estudo não tem reflexo no universo Correio da Manhã. O jornal assumiu este ano a liderança de vendas em banca de jornais diários (por mérito de aumento de vendas e não por que a concorrência tenha baixado) e a audiência do seu site subiu no espaço de um ano das 1,5 milhões para as quase 5 milhões de visitas de páginas por mês.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)