Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
1

Jornalista da TVI acusa Governo

Um assessor do primeiro-ministro terá pressionado um jornalista da TVI a ceder-lhe informações sobre o teor dos esclarecimentos solicitados a José Sócrates por um outro colega. O tema em causa era a corrupção nas empresas públicas, peça de Rui Araújo emitida a 24 de Janeiro (Repórter TVI) com o título ‘Os Abutres’.
19 de Março de 2011 às 00:30
Rui Araújo apresentou queixa ao Conselho de Redacção denunciando pressões do gabinete de José Sócrates
Rui Araújo apresentou queixa ao Conselho de Redacção denunciando pressões do gabinete de José Sócrates FOTO: José Manuel Ribeiro/Reuters

A situação foi denunciada pelo profissional ao Conselho de Redacção (CR), conforme consta numa acta a que o CM teve acesso. No documento fica claro que a direcção de Informação do canal de Queluz desconhecia a situação e que a reportagem não foi comprometida, segundo o próprio denunciante.

Mas foi precisamente neste ponto que as opiniões do CR se dividiram e deram origem a duas declarações de voto. "Tendo em conta a reportagem emitida, continuo sem perceber porque é que Rui Araújo considerou essencial solicitar uma entrevista ao primeiro--ministro. Embora tenha sido sublinhado o contrário durante a reunião do CR, pelo próprio jornalista, temo que factos relevantes da investigação possam ter ficado por revelar", escreveu Filipe Mendonça, do CR. O jornalista reserva-se ainda ao direito de ponderar uma queixa à ERC. Opinião semelhante tem Maria Fernanda Neto que na sua declaração de voto sublinhou que o que estava em análise era a "pressão ou tentativa de pressão, eventualmente efectuada durante a execução da reportagem e nunca sobre o vídeo emitido".

Ainda segundo o documento, José Carlos Castro, subdirector de Informação, disse que "qualquer elemento que se sinta sujeito a eventual pressão deve dar conhecimento à direcção para que seja possível agir em conformidade".

Contactado pelo CM, Rui Araújo não quis comentar o assunto. Já Luís Bernardo, assessor de José Sócrates, disse: "É um absurdo e não tem qualquer fundamento. Toda a troca de informação que foi feita para esse trabalho foi com o conhecimento do então director de Informação, Júlio Magalhães."

TVI GOVERNO JORNALISTA QUEIXA
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)