Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
8

José Fragoso: “Não estamos em condição de continuar a validar o trabalho”

A TVI enviou uma carta à GfK e à Comissão de Análise de Estudos de Meios (CAEM) a informar que não vai continuar a trabalhar com a GfK. De resto, o canal vai mesmo reunir com a Marktest (a empresa que perdeu o concurso de audimetria para a GfK) para que esta meça as audiências.
29 de Março de 2012 às 16:21
“Neste momento não podemos estar a trabalhar neste quadro de instabilidade. Queremos estabilidade e credibilidade no sistema", defende Fragoso
“Neste momento não podemos estar a trabalhar neste quadro de instabilidade. Queremos estabilidade e credibilidade no sistema', defende Fragoso FOTO: Bruno Colaço

“Na TVI tivemos sempre uma posição de colaboração, fomos dando tempo e permitindo que se fosse ganhando mais maturidade e credibilidade”, diz José Fragoso, coordenador de Informação e Conteúdos da TVI ao CM. Contudo, deste que o sistema começou a operar, a 1 de Março, “houve um conjunto de erros, um acumular de problemas, que desestabilizaram a forma como uma sistema destes deve funcionar”. Erros que se acentuaram na última semana, o que levou a TVI a tomar esta decisão.

“Neste momento não podemos estar a trabalhar neste quadro de instabilidade. Queremos estabilidade e credibilidade no sistema. Não estamos em condições de continuar a validar o trabalho da GfK”.

Questionado se a TVI não poderia espera pela auditoria ao sistema, pedida pela RTP e aprovada por todos os associados da CAEM, Fragoso explica que esta irá demora meses e que o canal precisa de “trabalhar todos os dias com resultados credíveis, a horas e sem alterações”. “Precisamos de estabilidade. Não pode haver esta sucessão de problemas”, disse.

Ao CM José Fragoso não respondeu se a solução Marktest é uma opção provisória ou para manter no futuro, e que essa decisão será tomada “em função do que possa acontecer”.

Garantido, é que o “futuro parceiro será a referência da TVI”.

Até este momento ainda não foi possível obter uma reacção da RTP, da SIC, da GfK e da CAEM.

tvi josé fragoso audiências marktest caem gfk televisão tv
Ver comentários