Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
3

Jovens passam em média 88 minutos por dia online

Os jovens entre os nove e os 16 anos passam em média 88 minutos por dia online e é lá que se sentem mais à-vontade para serem eles próprios diz um relatório europeu sobre crianças na internet revelado esta sexta-feira.
23 de Setembro de 2011 às 08:49
Jovens passam em média 88 minutos por dia na Internet
Jovens passam em média 88 minutos por dia na Internet FOTO: D.R.

O relatório UE Kids Online é da responsabilidade do Programa Internet Segura da Comissão Europeia e está a ser apresentado  num seminário em Londres sobre "Crianças, riscos e segurança online: Investigação e desafios nas políticas numa perspectiva comparada".  

O documento é resultado de um ano de entrevistas presenciais a 25.142 crianças e respectivos pais oriundos de 25 países europeus, com o objectivo  de perceber riscos e oportunidades da internet.  

"Cerca de 49 por cento está online no seu quarto, 33 por cento fá-lo via telemóvel  ou aparelhos portáteis e a maioria usa a internet em casa (87 por cento)  e na escola (63 por cento)", lê-se no documento.  

O relatório aponta que as redes sociais permitem às crianças comunicarem  e divertirem-se com os amigos, mas sublinha que nem todas têm as ferramentas  para lidar com a privacidade e a divulgação de informação pessoal, havendo  muitas crianças entre os nove e os 12 anos que usam redes sociais (20 por  cento no facebook e 38 por cento em geral) quando a idade mínima é a partir  dos 13 anos.  

No entanto, é na internet que metade das crianças entrevistadas com  idade entre os 11 e os 16 anos dizem ser mais fácil serem elas próprias,  o que ajuda a compreender que 30 por cento tenham contactos online com alguém  que nunca conheceram pessoalmente.  

"No entanto, apenas nove por cento conheceram pessoalmente alguém que  conheceram online e muito poucos tiveram uma experiência traumática", lê-se  no relatório.  

Outro dado é que doze por cento do total de crianças entrevistadas assumiram  ter sido incomodadas ou terem ficado perturbadas com alguma coisa na internet  e é entre as crianças que acedem à internet através de um aparelho pessoal  que está a maioria das que já viu imagens sexuais ou recebeu mensagens com  teor sexual.  

Relatório Internet Crianças Estudo Computadores
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)