Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
9

Júlia cortada em três

O Circo está aí! E as principais vedetas são já Júlia Pinheiro e José Pedro Vasconcelos. Numa entrada apoteótica, a dupla de apresentadores lançou na sombra os dez concorrentes perante um número de magia em que Júlia Pinheiro foi literalmente ‘cortada’ em três pelas lâminas com que Pedro Vasconcelos separou as três caixas onde a apresentadora tinha entrado. O público aplaudiu fortemente a primeira surpresa do ‘Circo das Celebridades’.
20 de Março de 2006 às 00:00
Coube a Júlia Pinheiro e José Pedro Vasconcelos realizarem magia no início do Circo das Celebridades que conta com o apoio de Vítor Cardinalli
Coube a Júlia Pinheiro e José Pedro Vasconcelos realizarem magia no início do Circo das Celebridades que conta com o apoio de Vítor Cardinalli FOTO: Tiago Sousa Dias
Antes do momento de magia, Júlia apostou num número de trapezismo onde dispensou a rede. Sobre a pista do circo onde figuravam profissionais da arte circense, cavalos e elefantes, a apresentadora deu força ao baloiço e anunciou o arranque do programa televisivo que tem pela frente o desafio de liderar audiências.
Com cílios (pestanas) postiços, Julia Pinheiro e José Pedro Vasconcelos chamaram então ao palco Vítor Hugo Cardinalli, o homem que terá por missão avaliar e disciplinar os aspirantes a artistas do maior espectáculo do mundo.
Ao contrário dos apresentadores, os dez concorrentes revelaram pouco brilho no primeiro dia de circo. José Castelo Branco acabou por ser o mais expressivo ao confessar que sonha ser uma bala ou uma bomba. “Quero ser uma bala e sair disparado de um canhão”, disse, aproveitando ainda por brincar com as pestanas de Júlia Pinheiro, que comparou com rabos de boi.
No exterior do circo, quando chovia bastante, sete elementos da Associação Animal realizaram um protesto pela promoção de uma actividade que, segundo defendem, maltrata os animais.
LIMPAR OS BICHOS
Os dez candidatos a artistas circenses começam hoje, bem cedo, a aprender o que é a vida num circo. Os concorrentes têm, logo pela manhã, de limpar as camas dos animais – leões, tigres, elefantes, cavalos, póneis etc. – e dar-lhes de comer. Em alguns casos, nomeadamente no dos equídeos, terão ainda de os escovar.
Cabe-lhes também a tarefa de manter o acampamento limpo e arrumado, ou seja, há que fazer a manutenção constante do espaço. As áreas reservadas à habitação e espaços comuns também têm de estar convenientemente limpas e arrumadas. Depois deste trabalho feito chega a vez dos treinos. No primeiro dia serão coordenados por Vítor Hugo Cardinalli.
CONTENTOR COM CAMAS PARA DEZ
Os dez concorrentes vão dividir um contentor, transformado em camarata, onde terão três beliches e quatro camas, bem como os respectivos armários.
Com apenas dois chuveiros, as instalações sanitárias são, no mínimo exíguas. Os aprendizes de artistas terão a seu cargo a limpeza dos espaços de habitação e trabalho, mas também farão a manutenção das áreas comuns, como o refeitório e o ‘escritório’.
Os novos artistas não terão de confeccionar as refeições – à semelhança do que aconteceu na ‘1.ª Companhia’ – sendo estas disponibilizadas através de um serviço de ‘catering’ .
É a partir do ‘escritório’ que os participantes contactam com o exterior, nomeadamente nos directos de quarta-feira – para as nomeações – e de domingo – para as Galas em directo da Venda do Pinheiro. Aqui podem falar com a produção e contactar, apenas uma vez por semana, as respectivas famílias.
Um relvado artificial proporciona aos concorrentes um agradável espaço para treinos e lazer.
OS DEZ CONCORRENTES
NATÁLIA DE SOUSA
É uma actriz da velha guarda. Tem sete filhos, com idades compreendidas entre os 15 e os 38 anos. Tem medo de alturas e não quer domar animais. Diz ter feito malabarismo e de palhaça. Gostava de ficar conhecida por ‘Facachivava’.
ANTÓNIO CALVÁRIO
O cantor aceitou o convite pela admiração e a afinidade que sente para com os artistas de Circo. Esta ligação nasce do facto de ter trabalhado, desde os anos 60, em todos os circos portugueses, do mais rico ao mais pobre.
MANÉ RIBEIRO
Decidiu entrar neste desafio pelo fascínio que esta arte lhe desperta e pela magia que o Circo representa. O contacto com os animais também a entusiasma. Tem medo de répteis e de locais fechados
CARLOS XAVIER
Aceitou o convite para entrar nesta aventura pela experiência e, especialmente, por se tratar de circo. O ex-futebolista gostava de ser conhecido como o grande ‘Golias’ ou ‘Gula’. Tem medo de cobras e de veados.
MARTA CARDOSO
É jornalista e escreve sobre os ‘reality shows’. Há uma inversão de papéis para esta ex-concorrente do ‘BB’. Tem experiência no trapézio e no mono-ciclo e tem pavor que lhe atem os pés e as mãos.
SARA ALEIXO
Nunca experimentou nenhum exercício circense, mas está habituada a fazer desporto. Em criança, ia repetidas vezes ao circo. Recorda-se de ter assistido a três espectáculos no mesmo dia. Tem medo de cães.
MICO DA CÂMARA PEREIRA
Uma das suas fobias é as alturas que terá de vencer quando exercitar os números de trapézio e de equilibrismo. A única experiência circense que tem, e que poderá ser uma ajuda, é praticar equitação. Vai ter saudades da família.
SÓNIA HERMIDA
A actriz gosta de ver números com os animais domados. Ao longo da sua vida, já experimentou várias actividades relacionadas com o circo, tais como o malabarismo, a equitação, o contorcionismo e o equilibrismo.
MIGUEL MELO
Já experimentou vários exercícios circenses, desde o malabarismo ao ilusionismo, passando pelo trapézio e o equilibrismo. Confessa ter pavor de estar em espaços fechados e gostava de ficar conhecido pelo Grande Melo ‘Ninsk’.
JOSÉ CASTELO BRANCO
Decidiu aceitar este convite pelo gozo e porque sabe que vai conseguir ‘confeccionar’ um bom programa e porque a sua presença é uma mais-valia para o circo. Gostaria de ser conhecido como o ‘Rei Leão’.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)