Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
2

KNJ desce avaliação do grupo Global Media

Foi fechado há um ano e previa a compra de 30% da empresa por 17,5 milhões.
Hugo Real 30 de Setembro de 2017 às 09:17
As instalações do grupo Global Media, que detém ‘DN’, ‘JN’ e TSF, nas Torres de Lisboa
As instalações do grupo Global Media, que detém ‘DN’, ‘JN’ e TSF, nas Torres de Lisboa FOTO: Vítor Mota
Quase um ano depois de a Global Media ter assinado um memorando de entendimento com a KNJ, que previa que a empresa de Macau investisse 17,5 milhões de euros em troco de 30% do capital da dona do ‘JN’, ‘DN’ e TSF, o negócio ainda está por concretizar. E, sabe o CM, a avaliação do grupo de media presidido por Daniel Proença de Carvalho foi revista em baixa.

O pré-acordo foi fechado a 12 de outubro no Fórum Macau e, na altura, foi adiantado que o mesmo seria efetivado até março deste ano. Agora, apurou o CM, a previsão é que o negócio fique concluído até ao final deste ano, sendo que a KNJ deverá investir 15 milhões de euros em troca dos mesmos 30%.

Recorde-se que em agosto, em declarações à Lusa, Kevin Ho, sobrinho do antigo chefe do Executivo de Macau, Edmund Ho, e líder da KNJ, admitiu alterações ao acordo: "os planos diferem um pouco [face previsto], por diversas razões, mas o principal foco não mudou e será uma quota de 30%. Outros detalhes serão anunciados assim que [o negócio] for concluído".

Até ao fecho desta edição, a Global Media e Paulo Rego, mediador das negociações, não responderam às questões do CM.

O capital da Global Media está dividido entre António Mosquito e Joaquim Oliveira (27,5% cada um), Luís Montez, BCP e Novo Banco (todos com 15%). Com a entrada da KNJ, António Mosquito e Joaquim Oliveira reduzem as suas participações para 20% e Luís Montez, BCP e Novo Banco passam a deter 10%.
KNJ Global Media Macau JN DN TSF Edmund Ho BCP
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)