Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media

LUSA ESPERA EQUILÍBRIO

O administrador-delegado da Lusa, Luís Delgado, afirmou que a empresa "poderá atingir o equilíbrio financeiro já no final do ano", na sequência da primeira fase de reestruturação da agência noticiosa. Isto devido ao "programa de rescisões voluntárias e os cortes efectuados em despesas laterais”, disse.
12 de Abril de 2003 às 00:04
LUSA ESPERA EQUILÍBRIO
LUSA ESPERA EQUILÍBRIO
Recorde-se que, em 2002, a Lusa teve um prejuízo de 3,2 milhões de euros.
Na primeira fase de reestruturação da empresa, que terminou quinta-feira, 43 trabalhadores rescindiram contratos, juntando-se aos 20 outros que saíram no final de 2002.
A reestruturação envolveu a extinção da Direcção de Relações Internacionais, a fusão da Direcção de Recursos Humanos na Direcção Administrativa e Financeira, a substituição do director técnico por um quadro interno da empresa e a redução de 16 para seis editorias e 36 para 23 chefias.
Segundo Luís Delgado, é tempo de "fazer crescer as receitas" e "implementar as sinergias com a RTP, ao nível técnico e de instalações das delegações". O Conselho de Administração da Lusa aprovou ainda um aumento salarial de dois por cento.
A Lusa conta actualmente com 254 pessoas nos seus quadros.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)