Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
1

Má qualidade da TDT ainda gera queixas

Regulador das telecomunicações recebeu mais de 500 reclamações.
Duarte Faria 8 de Julho de 2016 às 08:31
Maioria das queixas que chegaram à Anacom está relacionada com as dificuldades na receção do serviço TDT
Maioria das queixas que chegaram à Anacom está relacionada com as dificuldades na receção do serviço TDT FOTO: DR
A má qualidade de receção da Televisão Digital Terrestre (TDT) continua a motivar queixas junto da Autoridade Nacional de Comunicações (Anacom). De acordo com o relatório de regulação e supervisão desta entidade relativo ao ano passado, foram rececionadas 522 reclamações relativas à TDT, menos 43,5% face ao ano anterior. Destas, 92,1% relacionaram-se com "dificuldades na receção do serviço", avança o documento do regulador.

As queixas continuam também a chegar à Deco - Associação para a Defesa do Consumidor. Em 2015, este organismo recebeu um total de 560 queixas, revelou fonte oficial ao CM. Ainda assim, menos 820 do que no ano anterior. No primeiro trimestre deste ano, foram rececionadas 42 reclamações.

Desde o início do apagão analógico, em 2012, a Deco já recebeu mais de 10 mil queixas relativas à TDT. Estas reclamações foram enviadas para a Portugal Telecom, responsável pela gestão da rede.

A associação deu ainda conhecimento destas situações ao regulador das telecomunicações. A qualidade do sinal e as interrupções da emissão foram os principais motivos de queixa junto da Deco. Recorde-se que a Anacom tem monitorizado a qualidade das transmissões através da TDT com mais de 300 sondas espalhadas pelo País, num investimento superior a 40 mil euros.


De acordo com o seu relatório, a Anacom registou em 2015, no total, 66 657 reclamações sobre serviços de comunicações, menos 14,9% do que em 2014.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)