Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
7

Mais tarde deixa de fazer sentido

Jorge Veríssimo Monteiro pensa voltar à Baracha até quarta-feira. O empresário põe a hipótese de abandonar o concurso caso o médico lhe ponha limitações.
28 de Março de 2005 às 00:00
Correio da Manhã – Para quando está previsto o seu regresso à ‘Quinta’?
Jorge Veríssimo Monteiro – Hoje vou ao médico, que me vai observar e fazer uns exames. Talvez só amanhã saiba o resultado desta consulta.
– E se o médico lhe disser que ainda não recuperou o suficiente para voltar ao concurso?
– Deixaria de se justificar a minha entrada. A minha ausência começa a sentir-se muito... Deixa de haver um sentido de ligação… Se assim fosse mais valia entrar um estranho para o concurso, um novo candidato.
– Que tempo limite daria a si mesmo para regressar à ‘Quinta’?
– Quarta- feira. E já estou a cometer uma inconfidência! Mais tarde deixa de fazer sentido.
– Que acontecerá se o seu médico colocar condicionalismos à sua entrada?
– Mesmo que o meu médico me diga que posso entrar, mas condicionado, comunicarei o facto à Endemol. Sei que teria toda a compreensão dos meus companheiros, de quem sempre contei com incondicional apoio, mas não me sentiria bem participar no concurso limitando a minha actuação, que deve ser definida por todos. Só regressaria à ‘Quinta’ em pé de igualdade, sem condicionantes de maior.
– Tem visto o concurso na TVI durante a semana de repouso em casa?
– Um espectáculo! A parte mais simpática desta estadia é aquilo que vejo. Insisto em dizer que é um grupo fora de série! O que não exclui possibilidade de fricções. Cada um deles, à sua maneira, tem demonstrado que é um vencedor nato. Digo isto sem favores.
– Há já alguém a sobressair na ‘Quinta’?
– Há aquelas pessoas que são mais evidentes do que outras. É o caso da minha querida Arlinda Mestre. É um dínamo. É assim desde que se levanta até que se deita. E quando acorda é um perigo, porque tem toda aquela energia acumulada. É um ser extraordinário. Um poço de meiguice, de ternura. Percebe-se que tudo nela é espontâneo.
– E os oito dias em casa?
– Repouso. Só a ver TV, grande companheira.
CRISTAL DE ARLETE ABSORVE CARGAS NEGATIVAS
Arlinda Mestre levou para a Baracha um cristal, do qual nunca se separa, tendo pedido, ainda nos estúdios da Venda do Pinheiro, aos companheiros para não lhe tocar. “É um quartzo gerador que absorve as cargas negativas”, refere Simara, conhecida cristaloterapeuta.
“Num concurso, como é o caso, é normal que todos os participantes estejam a dar o seu melhor para ficar o máximo de tempo possível. Além disso todos estão a lutar pelo prémio. Muitas vezes isso leva a problemas e discussões. Como o quartzo é da Arlinda, é ela quem fica limpa das cargas negativas”, adianta.
A energia emanada pelo cristal só actua em quem o energiza. “Se alguém lhe tocar, o cristal é como uma mulher vadia, troca de parceiro com facilidade. Ou seja, quem lhe toca absorve a energia positiva e deixa de ter efeito na Arlinda”, salienta.
A cristaloterapeuta usa habitualmente este tipo de cristal nas suas consultas. “Acho até aconselhável as pessoas terem um quartzo gerador no trabalho, mesa do escritório, por exemplo, mas há que ter o cuidado e quando sair guardar o cristal numa gaveta para que ninguém lhe toque”, adianta.
Já para dar energia aos cristais Simara diz que isso deve ser feito por um bom profissional, pois nem todos têm capacidade para o fazer.
Simara, que entra hoje no sétimo mês de gestação, está à espera de uma menina à qual gostava de dar o nome de Felicidade.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)