Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
5

Maria Elisa quer programação

Maria Elisa não tem dúvidas relativamente ao seu futuro próximo na RTP. A ex-adida cultural na embaixada de Portugal em Londres, Inglaterra, quer dedicar-se à apresentação de programas, deixando para já de lado um regresso à área que a notabilizou, o jornalismo.
13 de Outubro de 2006 às 00:00
Maria Elisa demorou 'dois segundos' a responder ao convite para apresentar o formato
Maria Elisa demorou 'dois segundos' a responder ao convite para apresentar o formato FOTO: Pedro Catarino
“Manifestei vontade de trabalhar com a direcção de Programas. Tenho mais a ver com esta área do que com a Informação. Sou jornalista, acima de tudo, mas, para já, sinto-me mais confortável aqui”, afirmou ontem Maria Elisa durante a apresentação do programa que marcará o seu regresso à antena do canal público, ‘Os Grandes Portugueses’ (estreia domingo). “Mas estou preparada para os projectos que me surgirem”, acrescentou a profissional.
Cinco anos depois de ter saído da RTP, Maria Elisa volta para dar cara a um programa que escolherá a personalidade nacional que mais se destacou na nossa História.
“Este programa é uma excelente oportunidade para regressar, é uma oportunidade, como nenhuma, para nós, portugueses, podermos revisitar a nossa História, com debate, com paixão”, contou a apresentadora, confessando que não demorou “dois segundos” para aceitar o convite para apresentar o formato. “Estou muito habituada a que a vida e a RTP me surpreendam. No melhor e no pior”, conclui.
A primeira fase de ‘Os Grandes Portugueses’ arranca domingo, com Maria Elisa a explicar como é que os portugueses poderão participar. Depois, o programa segue para a estrada, para lançar o debate nas a escolas e universidades do País, onde Maria Elisa também poderá participar “sempre que for solicitada”.
No final de Janeiro serão conhecidos os 100 nomes escolhidos e até Março – coincidindo com a semana em que se celebra o quinquagésimo aniversário da RTP – será eleito o português mais influente de todos.
“Vamos fazer uma versão tão boa ou melhor do que as melhores”, prometeu o director de Programas da RTP, Nuno Santos.
PERFIL
Maria Elisa Domingues, 56 anos, trabalhou até há pouco tempo como adida cultural na embaixada de Portugal em Londres, depois de uma passagem efémera pelo Parlamento (deputada do PSD). Foi, também, porta-voz do Governo de Maria de Lurdes Pintasilgo, actriz e directora de Programas da RTP, onde já conduziu vários formatos.
Ver comentários