Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media

MARTA EM ESTADO CRÍTICO

Marta Marques, a mulher de Axel, ex-‘Big Brother Famosos’, continua internada em estado crítico. A jovem de 25 anos, que se encontra internada vai para quinze dias, foi transferida do Hospital Descobertas da CUF, para o Hospital Curry Cabral, depois de a equipa que a acompanhava, constituída por cinco médicos, ter finalmente diagnosticado a doença: trata-se de lúpus, com consequências diversas, uma delas o facto de destruir o sistema imunitário.
7 de Março de 2003 às 00:00
No Curry Cabral, Marta pode contar com um dos maiores especialistas portugueses de lúpus, Jorge Paiva.

Recorde-se que desde o seu internamento que o diagnóstico de Marta nunca foi consensual. Começou por fazer uma biópsia, por existirem desconfianças quanto a uma possível leucemia. Afastada essa hipótese, falou-se em pneumonia aguda, a caminhar para a tuberculose. A conclusão quanto ao lúpus só foi uma certeza na última semana. Face às fraquezas do seu sistema imunitário, Marta teve mesmo de ser entubada para poder respirar pelo ventilador e não pelos seus próprios meios, sem qualquer filtro.

Axel está completamente destroçado com a doença da mulher, cujos encargos financeiros estão a ser suportados pelo seguro da editora discográfica para a qual trabalhava, a Zona Música. Recorde-se que Marta está internada desde o dia 11. Nos últimos dias, registou ligeiras melhoras.

DIAGNÓSTICO DIFÍCIL DO LÚPUS ENGANA MÉDICOS

O lúpus é uma doença crónica e sistémica que pode afectar qualquer pessoa, independentemente da idade, raça ou sexo. A esmagadora maioria dos pacientes são mulheres adultas – 90 por cento com idades compreendidas entre os 15 e os 40 anos.

Não é contagiosa, nem hereditária. É uma doença autoimune porque o organismo não tem as defesas imunológicas necessárias para combater os anticorpos gerados pelo próprio organismo e que vão afectar qualquer órgão vital, como por exemplo, coração, rins, olhos, sistema nervoso central e pulmões, entre outros. Há três semanas morreu uma pessoa em Beja, vítima da doença, e na mesma localidade encontra-se uma outra em estado grave.

Trata-se de uma doença de difícil diagnóstico, cujos sintomas começam com febre e dores articulares. Esta patologia divide-se em dois grupos: Lúpus Eritematoso Discóide (LED), que afecta a pele, e o Lúpus Eritematoso Sistémico (LES), que afecta qualquer órgão.

As causas são, por enquanto, desconhecidas da comunidade médica e científica, mas existem factores que podem contribuir para o seu aparecimento, tais como ambientais (o sol), genéticas, alimentares, comportamentais, como o ‘stress’ e qualidade de vida.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)