Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
5

Migração da TDT já está em andamento

Concelho de Odivelas e algumas zonas de Lisboa e Amadora são as principais afetadas.
Duarte Faria 17 de Novembro de 2019 às 10:05
Televisão FOTO: Getty Images
Arranca na próxima semana, dia 27 (quarta-feira), o processo de migração da rede de emissores da Televisão Digital Terrestre (TDT). Significa isto que os telespectadores que usam a TDT terão de sintonizar novamente os equipamentos para continuarem a ter acesso aos canais disponíveis em sinal aberto. Se não o fizerem, o ecrã ficará a negro e deixarão de poder ver televisão.

Na sexta-feira, a Autoridade Nacional de Comunicações (ANACOM) lançou uma campanha de vídeo de sensibilização. Além disso, inaugurou uma linha telefónica de apoio (800 102 002) que poderá ser utilizada por quem tenha dificuldade em sintonizar a sua TV.

A linha está disponível todos os dias entre as 09h00 e as 22h00 - dia 27 e 28 o período será alargado até às 24h00. O CM apurou junto de fonte oficial do regulador das telecomunicações que serão também disponibilizadas equipas para se deslocarem a casa de quem, mesmo assim, não consiga sintonizar os aparelhos.

A ANACOM alerta que só a partir do momento em que ficarem sem imagem os espectadores devem sintonizar os televisores. Não é preciso substituir ou reorientar antenas, nem trocar a TV ou o descodificador.

No dia 27, o processo começa no emissor de TDT Odivelas Centro (passa do canal 56 para o 35) - é abrangido todo o concelho de Odivelas, freguesias de Santa Clara, Carnide e Lumiar, em Lisboa, e a freguesia de Encosta do Sol, na Amadora. Depois, prosseguirá a nível nacional a partir do final de janeiro.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)