Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media

NADA FOI DEIXADO AO ACASO NA TRAMA

A novela “O Olhar da Serpente”, que estreia na SIC no dia 30 tem todos os ingredientes necessários para se tornar um grande sucesso. Desde uma mão de actores de mérito reconhecido como Helena Laureano, Virgilio Castelo, António Rama, Paulo Pires, João Perry, entre muitos outros, a temas fortes como a toxicodependência, a corrupção, a prostituição, os ricos e os pobres, a família, o drama das crianças abandonadas, enfim... a trama promete marcar a produção nacional de novelas.
17 de Setembro de 2002 às 21:33
Segundo Francisco Nicholson, co-autor da ficção com a jornalista Felícia Cabrita, “nada foi deixado ao acaso porque se abordam problemas sociais com muita intensidade”. “O trabalho inicialmente estava para ser uma história de 13 episódios, mas transformou-se numa novela de 150 episódios”, confidenciou.

“O personagem que me deu mais gozo trabalhar foi a Maria dos Prazeres que a Helena faz de maneira superior”, revela. “Ela é uma mitómana e, por isso, acredita mesmo naquilo que diz. Aquela mulher é um autêntico vulcão! Ela veio do nada, passou uma infância de miséria e ascende à alta burguesia francesa onde se envolve, inclusive, com ministros”.

De acordo com o autor, “na história ninguém a confronta com o facto de ser uma mentirosa compulsiva porque ela tem um lado muito sedutor e os homens com quem se envolve estão mais preocupados egoisticamente com o jogo de sedução”.

Uma vilã encantadora

Para Helena Laureano, a protagonista desta história, “todas as mulheres têm uma faceta de sedutora e, a personagem, ao contrário do que se pensa, é uma vilã que vai conquistar a simpatia do público porque, no fundo, tudo o que faz é para arranjar dinheiro para a sua instituição de caridade”. A actriz refere: “Foi um papel que me deu enorme prazer fazer quer pela sua complexidade quer pela dimensão cheia de protagonismos”.

“O que faz de mim uma mulher idolatrada e odiada ao mesmo tempo é o poder de transformar vidas calmas, serenas e tranquilas em verdadeiras drogas e até a capacidade de ser altruísta, embora com o dinheiro dos outros”. De acordo com a actriz, “o mais difícil de encarnar foi a ausência de sentimento maternal em Maria dos Prazeres. Fez-me muita confusão porque eu sou o oposto. Mas ao longo da história consegui perceber melhor as suas razões porque contactei de perto com essa realidade”.

O grande amor

Já Paulo Pires, que faz de Paulo Pereira Fonseca, “foi o primeiro e grande amor de Maria e o homem com quem ela primeiro fez amor. Dele tem um filho, mas ele não sabe porque entretanto deixou-a porque ela traíu-o com outro”, disse o actor.

“Na primeira fase da história tenho 18 anos e fugi a salto para França. Reapareço numa fase mais adiantada da história, vindo do Canadá, para reencontrar Maria dos Prazeres e complicar tudo”, revela. “No fundo, sou alguém muito correcto, com uma personalidade muito forte e o meu objectivo é saber se é verdade ou não que tenho um filho”, remata.

Quanto ao final... tudo indica que ficará em aberto dando mesmo hipótese de dar continuidade à história.

Alguns personagens

Pedro Madurães é António Rama: “Ela é mentirosa mas eu Caio de amores por ela”

“Sou banqueiro e presidente de um banco fortíssimo do Porto. Vou a Paris numa viagem de negócios e encontro a fabulosa Maria dos Prazeres. Fiquei logo seduzido por ela. Estou separado e tenho um filho toxicodependente em Londres”

F. Nicholson é Alberto Serôdio: “Sou um homem desiludido e amargurado”

“Estou reformado da polícia judiciária. Tenho uma agência de detectives privados onde trabalho com a minha mulher, Inês. Temos um cão, o Sherlock, uma filha, a Sara e uma neta. Sou carente de auto-estima, desleixado e descrente da humanidade”.

Sofia Nicholson é Sara Serôdio: “Sou advogada e dotada de muita generosidade”

“Sou mãe solteira de Susana, de dez anos, e muito dependente dos meus pais. Como advogada sou voluntariosa e apostada em defender os pobres e oprimidos, como é o caso do toxidependente David. O meu pai diz que assim não dá para encher barriga”.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)