Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
8

NÃO COMA CARNE, PEIXE NEM OVOS

Ágata deixou-se encantar pela filosofia oriental da Consciência de Krishna. Embora não tenha propriamente aderido, a sua atitude foi tão apreciada que recebeu uma “japa”, rosário para cantar o “Hare Krishna”.
19 de Dezembro de 2002 às 11:51
A feição mística de Ágata ganhou nova ênfase numa visita que fez à sede portuguesa da Associação Internacional para a Consciência de Krishna, em Lisboa, durante a qual Dhira Krshna das (este último termo designa servo), lhe recomendou: “Cante ‘Hare Krishna’ e seja feliz!”. Acrescentou ainda: “Não coma carne, peixe nem ovos.” O conselho foi dado depois de a cantora ter partilhado um almoço vegetariano com aquela comunidade, em que a feijoada à brasileira foi o prato principal, com soja substituindo a carne.

“Quando a aconselhei a seguir esta alimentação, Ágata sorriu. Ela foi muito simpática e achei nela um desejo forte de praticar actividades espirituais”, revela Dhira Krshna. Este líder espiritual explicou a Ágata que a feijoada incluía ainda panir (um queijo caseiro), coco vegetal, arroz basmati e papadam (pãozinho feito com farinha de trigo condimentada). O presidente da associação frisa, a propósito, que “a sobremesa, composta por iogurte com frutas salteadas, agradou de tal forma a Ágata que ela pediu para repetir.”

“As nossas refeições são muito proteicas, coloridas e condimentadas”, refere Dhira, que reconhece ter explicado à artista as vantagens do vegetarianismo para uma atitude social com vista ao bem-estar do planeta, considerando ainda o aspecto religioso, de respeito pela vida animal. “Ágata não é vegetariana, mas notei nela alguma vontade de seguir o vegetarianismo”, admite. A cantora ficou a conhecer por dentro este movimento milenar, uma das correntes monoteístas do hinduísmo clássico, e a filosofia que norteia o dia--a-dia de quem o vive. Uma das práticas dos seus seguidores é o Dhati Yoga, que se concretiza seguindo quatro princípios e cantando o mantra “Hare Krishna”.

“A Ágata não conhecia o nosso movimento, apesar de estar ligada a filosofias orientais, nomeadamente ao nível do ‘reiki’. Trocámos ideias, falámos de algumas das preferências e costumes dela e demos-lhe recomendações sobre a prática espiritual e a alimentação”, sublinhou o dirigente do “Hare Krishna”. Na opinião de Dhira Krshna das, “ela acatou bem essas recomendações, até porque é uma pessoa muito humilde.” “Perante a atitude de Ágata, senti no coração que lhe devia oferecer uma ‘japa’ (rosário para cantar ‘Hare Krishna’). Fi-lo num gesto de cavalheirismo”, explica o presidente da comunidade.

Encontro com um ET

O encontro mais invulgar que Ágata teve nestes últimos dias, no âmbito do seu programa, foi, nada menos, do que com um extraterrestre, vulgo ET. Não é que a criatura estivesse viva! Tratou-se, sim, de um corpo referenciado como sendo de um ser de outro planeta, e que veio propositadamente dos Estados Unidos da América para ser visto na Feira do Oculto, que decorreu este mês na Fundição de Oeiras.

A visita de Ágata foi guiada pelo astrólogo Paulo Sousa, que deu à cantora várias explicações acerca da existência deste corpo extraterrestre. Fascinada, a cantora ouviu ainda falar da aproximação do planeta invisível Niburi.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)