Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
7

Nova administração da RTP mal preparada

A nova administração da RTP demonstrou ontem na Comissão Parlamentar de Ética, Sociedade e Cultura uma clara falta de conhecimento dos dossiês. O PSD decidiu, por isso, dar dois meses a Guilherme Costa e à sua equipa para fazerem o trabalho de casa.
9 de Janeiro de 2008 às 00:00
O novo presidente assumiu, humildemente, as incapacidades da sua equipa para poder responder cabalmente aos deputados do PSD, PCP e Bloco de Esquerda – o CDS-PP esteve ausente – sobre a RTP que querem e, por isso, foi notório o desencontro de opiniões entre o presidente e António Luís Marinho relativamente à fusão das redacções da RTP e RDP. O presidente defendeu as sinergias, dando, até, o exemplo vivido por ele próprio depois de ser empossado, precisamente para justificar a medida: “Primeiro, falei a um locutor [o deputado social--democrata Agostinho Branquinho fez a correcção, dizendo “jornalista”] e, depois, a outro da RDP.” O vogal da administração, Marinho, disse, por sua vez, que “não se deve falar ainda na fusão das redacções”, mas, sim, numa série de serviços, como a agenda, planeamento, gestão e numa área especial como é o Desporto.
Guilherme Costa, que não quer ver o caso José Rodrigues dos Santos arrastar-se, elogiou a anterior administração, prometeu ler o relatório da Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) e disse que a RTP, onde quer criatividade e inovação, tem projectos para estar presente nas novas plataformas.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)