Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
4

Novidades em 2018 para ver e ler no Correio da Manhã

Rui Zink vai comentar a atualidade nacional numa "página politicamente correta e a bem da nação".
2 de Janeiro de 2018 às 01:30
Rui Zink
Corrêa dos Santos
Rui Zink
Corrêa dos Santos
Rui Zink
Corrêa dos Santos
O mais recente reforço da opinião nas páginas do Correio da Manhã é o escritor e professor universitário Rui Zink, que a partir de sábado passa a ser todas as semanas 'O Amigo da Geringonça'. 

"Será a única página politicamente correta e a bem da nação de todas as colunas de opinião", apresenta Zink, autor de, entre outros romances, 'Hotel Lusitano', 'Apocalipse Nau', 'Os Surfistas' e 'O Livro Sagrado da Factologia'. E revelado para o grande público como uma figura do humor português graças ao programa satírico 'A Noite da Má Língua', transmitido pela SIC entre 1994 e 1997.

De 'O Amigo da Geringonça' os leitores do CM podem esperar uma análise dos acontecimentos da semana através de um filtro de politicamente correto. "Entre o tom lúdico e o indignado, que são os dois tons que faço naturalmente. É o meu estilo", explica um praticante de "humorismo a sério" desde os tempos em que escrevia para o semanário 'O Independente' e para a revista 'K'.

Adverte ainda o professor de Estudos Portugueses da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa: "Como a página de opinião é minha, é à partida muito, muitíssimo melhor do que as outras opiniões."

Colunista assume "dever de usar palavras difíceis" nos seus textos
O esternocleidomastoideu, aquele músculo do pescoço conhecido pelas gerações que descobriram essa parte da anatomia humana no exame oral de Vasco Santana no clássico da comédia 'A Canção de Lisboa', vai dar nome aos textos mais pequenos da página 'O Amigo da Geringonça'.

"É meu dever usar palavras difíceis", avança Rui Zink, que menciona ainda "o facto pouco conhecido daqueles anos em que estudei Medicina" para justificar esse elemento na página que passa a ser publicada todas as semanas a partir do próximo sábado.

Fotografias com história na 'Domingo'
Em 'Fotos com História', o decano dos fotojornalistas portugueses, Fernando Corrêa dos Santos, mostra o seu rico espólio profissional.  Fotógrafo há 70 anos, e no ativo aos 83, Corrêa dos Santos foi a testemunha privilegiada dos momentos-chave da história contemporânea, que captou a alma dos portugueses. "Doutra forma não faria sentido", diz. 

CMTV: Um ano de liderança
A CMTV (a televisão do Correio da Manhã) fecha o ano na liderança absoluta do consumo de televisão por cabo, e derrota, nos 12 meses do ano, todos os canais concorrentes de informação nacional. A CMTV lidera também o horário nobre do cabo, com 2,11% de share médio anual, à frente de todos os concorrentes. Só durante o mês de dezembro é que a CMTV passou a ser emitida no canal 8 da Vodafone e da Nowo, tal como já era na MEO e na NOS, chegando a 100% da TV por cabo. 

Heróis CM
O Correio da Manhã e a CMTV voltam a acompanhar os atos heroicos de civis e elementos de forças de segurança que arriscaram a vida para salvar a de outros, com  especial enfoque nos heróis do combate aos fogos que devastaram Portugal em 2017. São atos de coragem e de determinação que merecem todo o reconhecimento.

'Viva a vida' 
A iniciativa 'Viva a Vida' acompanha os nascimentos nos concelhos com baixa natalidade. É um alerta e os bebés 'Viva a Vida' são sinal de esperança. E mais importantes ainda num momento em que Portugal volta a registar uma quebra na natalidade.

CM e CMTV reforçam a equipa de direção 
A equipa de direção do CM e da CMTV é hoje reforçada, depois da nomeação de Octávio Ribeiro como diretor-geral editorial. Os leitores podem contar, todos os dias, com a qualidade de sempre do seu Correio da Manhã.

Fogos: O CM não esquece
Sugestões online
A catástrofe dos fogos não pode repetir-se. Assim, o CM vai dinamizar um conjunto de iniciativas junto da sociedade civil, no sentido de procurar e incentivar as melhores práticas na prevenção dos fogos florestais. Será criado um sítio na net, no qual os leitores são convidados a deixar sugestões e levantar questões, com vista a evitar mais mortes e reduzir ao máximo a área ardida. Só com o contributo de todos será possível acabar com este flagelo. 

Debate nacional
A exemplo da iniciativa liderada pelo Correio da Manhã contra o enriquecimento ilícito, serão realizados, um pouco por todo o País, debates sobre a problemática da floresta e a melhor forma de defender o ambiente. Especialistas de várias áreas darão o seu contributo para um país mais verde e uma floresta mais ordenada. Nestes encontros serão, também, abordadas a prevenção e as medidas de combate aos fogos a implementar no terreno.

Petição na Assembleia da República
O debate e troca de ideias, quer na internet, quer nas reuniões a realizar pelo País, não serão em vão. Pelo contrário. No final, caberá aos leitores elegerem as melhores sugestões, que serão a base de uma petição que o CM entregará na Assembleia da República. Esta petição será assinada presencialmente, cabendo a cada um de nós dar o seu contributo para a resolução de um problema que ameaça eternizar-se na sociedade portuguesa.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)