Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
9

O MEU TRUNFO É A VOZ

Como se de um verdadeiro político se tratasse, Nuno, um dos finalistas de 'Ídolos', foi ontem para a rua tentar convencer os portugueses de que merece ser o vencedor do concurso da SIC.
29 de Dezembro de 2003 às 00:00
A poucos dias da final, que irá disputar com Ricardo, o concorrente desceu a rua Augusta até à praça do Comércio, distribuiu beijos, autógrafos, bandeiras, bonés e, sobretudo, sorrisos. Em seguida, rumou ao Parque das Nações e, à tarde, ainda teve tempo para cumprimentar os espectadores do Circo Cardinalli, onde encontrou o seu 'rival'.
Modesto e simpático, Nuno nega argumentos para angariar votos. "Apenas tentei ser eu e ser simpático. Não usei nenhuma estratégia, nem prometi nada como os políticos", diz em tom de brincadeira, salientando que a sua voz rouca pode ter sido uma das razões pelas quais os espectadores o tenham escolhido para chegar até aqui.
"O meu trunfo é a voz, que é diferente da dos outros candidatos. Por outro lado, também acho que já tenho mais à-vontade em público. Durante o programa, começo a ser mais 'showman'. Talvez seja por isso", refere.
Um dos seus objectivos era chegar à final e concretizou-o. Agora, só falta o principal: ganhar. "Chegar até aqui foi uma vitória, mas é claro que o meu grande objectivo é ganhar, tal como o dos outros candidatos", revela, garantindo que não vai ficar triste, caso seja Ricardo o preferido do público. "Já tive uma conversa com ele e disse-lhe que teria muito gosto em perder para ele. Sou fã do Ricardo". Hoje, é a vez de Ricardo sair à rua para fazer a sua 'campanha'.
Ver comentários