Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media

O novo visual é uma arma

Não há visual que não lhe assente bem. Na nova aposta da RTP para 2008, ‘Vila Faia’, adaptada aos tempos modernos a partir da história original daquela que foi, em 1982, a primeira telenovela portuguesa, Inês Castel-Branco aparece bem diferente da ‘franjinhas’ e mimada Júlia, a sua última personagem, em ‘Doce Fugitiva’ (TVI).
28 de Dezembro de 2007 às 00:00
Inês Castel-Branco gosta de se metamorfosear. “O novo visual é uma arma de trabalho, como a minha voz. É por isso que tenho aulas de voz, porque preciso de a trabalhar conforme as personagens que interpreto. O mesmo se passa com o cabelo”, explica a actriz, que não tem dúvidas: “Quanto mais mudar, a todos os níveis, melhor para mim. Como conhecedora dos meus limites é bom saber que estou a fazer uma coisa diferente do que fiz anteriormente.”
Na reposição de ‘Vila Faia’, que foi realizada em 1982 por Nuno Teixeira, com argumento de Francisco Nicholson e Nicolau Breyner, Inês Castel-Branco tem a responsabilidade de substituir Margarida Carpinteiro na pele da prostituta Mariette, que contracenava com Nicolau Breyner, o João Godunha. Inês contracena com Albano Jerónimo. E sublinha: “É uma honra para mim ter sido convidada para a nova ‘Vila Faia’ e estar a trabalhar com os autores da história, com esta equipa e esta coordenação do projecto, que quer, sem dúvida, fazer algo inovador”. A actriz conclui: “Tenho de dizer que é dos textos mais bem escritos que tenho visto! De certeza que este produto de qualidade vai prender muitos telespectadores”.
UM LONGO PERCURSO DESDE ANO 2000
Virava o século, em 2000, quando Inês Castel-Branco, filha da jornalista Luísa Castel-Branco, se tornou, aos 18 anos, um rosto assíduo na TV. Participou nalgumas séries e novelas da SIC, como ‘O Bairro da Fonte’, ‘Uma Aventura’ e ‘Fúria de Viver’ e integrou o elenco principal de seis novelas da TVI, como ‘Tudo por Amor’, ‘Morangos com Açúcar’ e ‘Doce Fugitiva’.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)