"O ritmo desta série é só para duros"

No Zoo de Sete Rios, entre gorilas, suricatas e flamingos, São José Correia grava os primeiros exteriores da série da RTP 1.
28.12.12
  • partilhe
  • 0
  • +
"O ritmo desta série é só para duros"
São José Correia Foto Tiago Henriques Costa

Este trabalho é uma prenda!", diz a actriz que decide "as férias a partir de documentários do National Geographic". Em ‘Sinais de Vida', São José Correia veste a pele da veterinária Simone, uma "série gravada ao ritmo de novela, só para duros".

Com o iPhone na mão, antes das gravações, a actriz percorre recantos do Jardim Zoológico registando momentos "ternurentos". "Estive a fazer festinhas aos coalas e os suricatas são deliciosos", conta. Em ‘Sinais de Vida', a personagem de São José Correia desenvolve um projecto no Parque da Gorongosa, Moçambique, que a levou a afastar-se do marido e filhos. "Quando chego a Portugal, o meu marido [Joaquim Horta] diz-me que não aguenta mais a ausência. Quando ele pede o divórcio descubro que me foi infiel". É nesta altura do enredo que Simone reage mal. "As mulheres rejeitadas são terríveis. E a Simone é uma força da natureza, uma fera ferida", afirma a actriz anunciando a fase conturbada do casal nesta série de 80 capítulos para a RTP 1.

No primeiro dia de gravações, a actriz foi conhecer os veterinários e tratadores do Zoo e narra o encontro com o chimpanzé Dário: "Estive a limpar-lhe a jaula, mas ele não gostou. Cuspiu-me na cara e ameaçou-me com maçãs e cebolas".

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!