Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media

O trio responsável pelo êxito da SIC

Desde a sua estreia, há duas semanas, na SIC, ‘Floribella’ nunca baixou dos 945 mil espectadores. Vera Sacramento, Raquel Palermo e João Matos – o trio de guionistas por trás deste sucesso – está satisfeito com os resultados, mas não vive obcecado pela luta com os ‘Morangos com Açúcar’, da TVI.
15 de Abril de 2006 às 00:00
Os guionistas João Matos, Raquel Palermo e Vera Sacramento
Os guionistas João Matos, Raquel Palermo e Vera Sacramento FOTO: Jorge Godinho
Os responsáveis pela adaptação do formato original argentino, estão contentes com a aceitação do formato, mas João Matos garante que não escrevem “obcecados com as audiências. É apenas uma forma de conhecer o público que nos segue. A produção é que analisa os dados ao pormenor. Depois, dá as directrizes.”
Anteriormente, os três guionistas estiveram envolvidos no projecto ‘Morangos com Açúcar’. Contudo, não consideram estar a concorrer com o formato da TVI. “Em ‘Floribella’, apostamos na diferença. Queremos atingir um público mais novo”, diz João Matos. Nesse sentido, explica Raquel Palermo, “trabalhamos com muito mais cuidado, pois o objectivo passa por apresentar um produto mais abrangente”. Ou seja, com base num público mais infantil, criar uma novela para toda a família.
Para integrar este projecto, João Matos abandonou a ‘Casa da Criação’. Raquel Palermo já fizera o mesmo para escrever um livro. Juntaram-se a Vera Sacramento e o trabalho tem corrido às mil maravilhas. “Somos uma equipa muito equilibrada e há uma grande sintonia de trabalho, o que é importantíssimo. O facto de termos um relacionamento muito próximo também ajuda”, explica Vera Sacramento.
O maior desafio deste projecto prende-se com a contextualização cultural. “Apesar da nossa ‘latinidade’, a América Latina e a Europa são muito diferentes. Isso obriga-nos a um esforço suplementar na adaptação, nomeadamente, no que toca à parte humorística”, diz João Matos.
Todos os capítulos – no total são 175 – são adaptados em conjunto. “Assim, os três atravessamos todos os núcleos e aprofundamos o conhecimento da novela”, refere Vera Sacramento. João Matos acrescenta que isso permite uma “maior diversidade de vocabulário e ideias.”
Neste momento, o ritmo de trabalho passa por construir um capítulo por dia. Cada episódio é revisto, três a quatro vezes, antes de ser entregue à produção.
Em duas semanas de emissão, ‘Floribella’ esteve sempre entre os dez programas mais vistos do dia. Estreou a 31 de Março com 1,07 milhões de espectadores e nunca baixou dos 945 mil espectadores (4 e 5 de Abril). A 10 de Abril, obteve o seu melhor resultado, com uma audiência média de 1,18 milhões de pessoas.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)